Recanto da Poesia: AMO A POESIA

AMO A POESIA

 

Amo a poesia,

Em seus mínimos encantos,

No lirismo que comove

Na ternura das verdades,

Encanto a falar de amor,

Anunciando o carinho.

Que se desfaz em frases,

Escorrendo entre palavras,

Chegando ao coração,

Por vezes lágrimas provocando,

Ou sorrisos de meiguice.

 

Amo a poesia,

Cultuando a natureza,

Em mil versos diferentes,

Enaltecendo os sentimentos,

Do amor universal,

Protegendo os carentes,

Amando os excluídos,

Envolvendo-os com suavidade,

Abrigando os especiais,

Entendendo seus olhares,

E ouvindo seus segredos.

 

Amo a poesia.

A descrever a natureza,

Seus tons coloridos,

O céu, a terra, as estrelas,

A lua dourada a nos iluminar,

Com a reconhecida magia

de séculos de compreensão,

Os rios em seu curso veloz,

os lagos tranqüilos,

A tempestade devastadora,

E o sol a aquecer o planeta

E trazer o calor que conforta.

 

Amo a poesia

A falar de amor,

Vibrar nos acordes da paixão,

Acariciar o beijo dos namorados,

Proteger as carícias dos amantes,

Restaurar os elos dos afetos,

Fundir sentimentos partidos,

Interromper as mágoas,

Presenciar o desejo dos que se amam

e indicar-lhes o momento de prazer.

Amo a poesia!

 

 

Sinto-me como uma semente no meio do inverno, sabendo que a primavera se aproxima. O broto romperá a casca e a vida que ainda dorme em mim haverá de subir para a superfície, quando for chamada. O silêncio é doloroso, mas é no silêncio que as coisas tomam forma, e existe momentos em nossas vidas que tudo que devemos fazer é esperar. Dentro de cada um, no mais profundo no ser, está uma força que vê e escuta aquilo que não podemos ainda perceber. Tudo o que somos hoje nasceu daquele silêncio de ontem. Somos muito mais capazes do que pensamos. Há momentos em que a única maneira de aprender é não tomar qualquer iniciativa, não fazer nada. Porque, mesmo nos momentos de total inação, esta nossa parte secreta está trabalhando e aprendendo. Quando o conhecimento oculto na alma se manifesta, ficamos surpresos conosco mesmos, e nossos pensamentos de inverno se transformam em flores, que cantam canções nunca antes sonhadas. A vida sempre nos dará mais do que achamos que merecemos.

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui