QUANDO

Quando a tristeza surja de improviso,
Multiplicando as pedras do caminho,
Recorda meu irmão, onde estiveres,
Que ninguém, ante os Céus, está sozinho…

Quando a vida transforma em pesadelo
Os teus sonhos de paz e de alegria,
Reflete que por mais escura à noite
O Sol volta a brilhar em novo dia…

Quando se te agravarem os problemas
E te sintas cansado de sofrer,
Pensa em Jesus que nunca desanima
E prossegue cumprindo o teu dever…

Quando ferir-te a ingratidão daqueles
Aos quais incentivaste na vitória,
Lembra, enxugando as lágrimas que choras,
Que toda dor no mundo é transitória…

Quando não sabes de que forma agir
Para vencer a prova e ser feliz,
Indeciso em teus passos, não te esqueças
De procurar o bem por diretriz…

Quando, ao peso do lenho sobre os ombros,
Percebes que tropeças, indo ao chão,
Medita que ao teu lado, sem que o vejas,
Há sempre Alguém a te estender a mão…

Quando houveres perdido as esperanças
Na luta que parece não ter fim,
Escuta a Voz do Mestre que te fala:
“Filho, meu fardo é leve… Vem a mim…”

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui