Projeto de construção da sede própria da UNEB XVIII é apresentado em Eunápolis

O investimento inicial de R$ 7 milhões irá ampliar as atividades acadêmicas e oportunizar acordos de cooperação técnica com universidades europeias

A construção da sede própria da UNEB XVIII, irá promover a internacionalização das atividades acadêmicas da graduação à pós

Com o objetivo de apresentar as atividades acadêmicas desenvolvidas ao longo de 2018 e projetar as atividades para 2019, a Universidade Estadual da Bahia, (UNEB), campi de Eunápolis, juntamente com o Complexo Integrado de Educação de Eunápolis, (CIEE), apresentou durante um debate sobre a Educação no Território, o projeto de construção da nova sede própria da UNEB no município. O evento aconteceu na tarde desta segunda-feira, 17 de dezembro, na Câmara de Vereadores da cidade e contou com a participação de representantes da secretaria de Educação, Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território da Costa do Descobrimento, (Condesc), ONG’s e estudantes acadêmicos.

Professor doutor Wilson Alves de Araújo discorreu sobre as oportunidades e desafios do Complexo, especialmente, a Construção da Sede Própria do Campus XVIII da UNEB, obra que depende da liberação da verba de R$ 7 milhões

De acordo com o professor e doutor, Wilson Alves de Araújo, o projeto de construção da sede própria da UNEB, campi de Eunápolis, já recebeu indicação de destinação orçamentária feita na Assembleia Legislativa por meio de uma Emenda Parlamentar. O valor destinado à obra será inicialmente de R$ 7 milhões e será realizada dentro de um terreno cedido pela secretaria de Educação da Bahia, beneficiando todos os municípios circunvizinhos à universidade. “Isso irá dar continuidade ao Ensino Superior de qualidade que já é ofertado há 20 anos, mas que agora irá se projetar com essa estrutura física que permitirá a expansão dos cursos de graduação”, ressaltou.

O evento contou com a participação de representantes da secretaria de Educação, Condesc, ONG’s e estudantes acadêmicos.

A construção da sede própria da UNEB XVIII, também irá promover a internacionalização das atividades acadêmicas da graduação à pós, especificamente com as universidades de Padova na Itália, que já possui termo de cooperação com a UNEB de Salvador e, a Universidade de Oviedo, Espanha, que mantém acordo de cooperação com a UESC, “também, pretendemos estender essa cooperação ao nosso Campus”, disse.

Professora Ozanir, diretora NTE 27

Ainda de acordo com o doutor Wilson, a nova sede também irá contribuir para o desenvolvimento dos cursos nas áreas de humanas e ciências sociais como pedagogia, porém, porém, existem possibilidades para o desenvolvimento de cursos na área tecnológica, como as engenharias, “através de estudos de demanda, sem dúvida, a comunidade acadêmica do departamento irá definir as novas áreas de atuação da Universidade. E a expansão da estrutura física será determinante para o sucesso do Complexo de Educação e da UNEB Campus XVIII”, finalizou, doutor Wilson de Araújo.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui