Professores em estado de greve: aulas começam nesta sexta em Teixeira; dia 6/2 haverá paralisação

APLB em assembleia do dia 05 de dezembro/2018. Foto: APLB

Os professores da rede municipal de ensino de Teixeira de Freitas terminaram o ano letivo de 2018 em estado de greve. A decisão foi tomada em assembleia realizada no dia 05 de dezembro, na Escola Vila Vargas.

O motivo alegado pela categoria é o Piso Salarial Nacional, amparado na Lei 11.738/08, que em 2018 teve o reajuste de 6,81%. No entanto, devido à crise que abateu naquele ano (e persiste) a maioria dos municípios, Teixeira alegou que não pôde fazer o repasse integral.

Conforme a APLB, em acordo com a classe, a gestão repassou 3,4% e garantiu que após viagem que seria feita à Brasília em busca de uma emenda parlamentar que complementasse o orçamento a situação poderia ser revista. Entretanto, ainda de acordo ao Blog oficial da APLB Sindicato em Teixeira, não foi possível a reposição junto ao Ministério da Educação. “Diante disso, foi marcada uma reunião com o prefeito Temóteo Alves de Brito (PSD), que não compareceu à mesa de negociação”, diz o texto da APLB.

Então, na assembleia do dia 5 de dezembro/2018, foi deliberado que o final do ano terminasse em estado de greve e que durante a jornada pedagógica, que começou na segunda-feira, 28 de janeiro, haveria outra assembleia.

Conforme planejado, ocorreu a assembleia e a APLB decidiu pela manutenção do estado de greve. Isso significa que os profissionais seguem normalmente as atividades e o retorno às aulas, previsto para esta sexta-feira, 1º de fevereiro, está confirmado. Mas, dia 6 de fevereiro, quarta-feira, haverá paralisação, e, após passeata de protesto, os professores participarão da sessão da Câmara de Vereadores.

Em nota, a Secretaria de Educação e Cultura informa que está realizando reuniões periódicas com a diretoria da APLB e mantém o diálogo aberto com a categoria.
Informa ainda que está, juntamente com a Procuradoria e Controladoria da Prefeitura, avaliando a reivindicação diante das possibilidades financeiras do município.
A volta às aulas, em toda rede municipal de ensino, está mantida para esta sexta-feira (01 de fevereiro).

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui