Professores baianos lançam livro sobre metodologias de pesquisa em Educação

Foto: Divulgação

Professores da rede estadual de ensino vão lançar um livro sobre suas experiências formativas no campo de pesquisas na área de Educação e, consequentemente, abordando a formação contínua para educadores e pesquisadores.

A obra intitulada “(Episte) Metodologias no pensar/Fazer pesquisa em Educação – Experiências formativas de professores (as) e pesquisadores (as)” foi organizada pelos servidores José Jackson Reis dos Santos, Ademar Sousa dos Santos e Maria José Firmino da Silva.

A primeira edição será lançada durante o Congresso Virtual da Universidade Federal da Bahia (Ufba), no dia 25 de fevereiro. O livro, publicado pela Editora da Ufba (EDUFBA), com 239 páginas, foi dividido em seis capítulos e estará disponível na Editora da Ufba e nos sites Estante Virtual e Amazon.

Um dos organizadores da obra, José Jackson Reis dos Santos é pós-doutorando pela Universidade de São Paulo (USP) e doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

De acordo com o professor, que trabalha como docente na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), a obra de origem sertaneja envolve pesquisadores do Brasil, Espanha e Portugal.

“O livro é uma possibilidade concreta de reafirmação de profissionais da Educação na condição de autores dos processos educacionais nos mais diversos espaços sociais. O sertão, demarcado na capa da obra, representa nossos lugares de partidas, de chegadas e de construções, entrelaçados com a vida das escolas no âmbito da Educação Básica”, afirma José Jackson.

Para Maria José Firmino da Silva, doutoranda em Educação pela Ufba e mestra em Educação pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), o livro apresenta possibilidades de caminhos metodológicos de pesquisa para os docentes.

“Falamos do lugar de professores e professoras que, ao observar a realidade das instituições formativas, fazem-se questões para as quais buscam respostas. O mais importante, nesse livro, porém, não é achar as respostas, mas traçar as itinerâncias metodológicas de pesquisa pelas quais buscamos respostas. É uma obra que analisa a forma como vamos nos constituindo em pesquisadores em Educação”, avalia Maria José, que é professora do Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães, em Tucano.

Ademar Sousa dos Santos tem doutorado em Educação pela Ufba e está lotado no Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães como professor de Sociologia. Segundo o educador, o livro busca inspirar novos profissionais que queiram se dedicar ao campo da pesquisa educacional.

“O objetivo da obra não é servir de modelo para aqueles que se aventuram no mundo da pesquisa educacional, mas inspirar novos sujeitos a perceberem a sistematização, com rigor e vigor, de processos investigativos em Educação”.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui