PRF apreende mais de uma tonelada de maconha na BR 116 em Jequié

Foram encontrados 1.540 tabletes de substância com odor característico à maconha, pesando aproximadamente um mil e quatrocentos quilos

A droga avaliada em 23 milhões de reais foi encontrada em um compartimento do tipo ‘mocó’ escondida na carroceria do caminhão.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu na tarde desta quinta-feira (29), aproximadamente uma tonelada e meia de substância com características semelhantes à maconha. O entorpecente, escondido em meio a uma carga de esterco, estava dentro de um compartimento da carroceria do semi-reboque acoplada ao caminhão Volvo.

A droga avaliada em 23 milhões de reais foi encontrada em um compartimento do tipo ‘mocó’ escondida na carroceria do caminhão.

O flagrante ocorreu durante uma fiscalização da PRF de combate à criminalidade no KM 677 BR 116, em Jequié, sudoeste da Bahia.

Inicialmente foi dada ordem de parada ao veículo que estava transportando carga de esterco de galinha, sendo realizado pelos agentes os procedimentos de fiscalização. Durante a entrevista, percebeu-se certo nervosismo do motorista, um homem de 39 anos.

O flagrante ocorreu durante uma fiscalização da PRF de combate à criminalidade no KM 677 BR 116, em Jequié, sudoeste da Bahia.

Em seguida foi realizada vistoria minuciosa no semi-reboque, foi quando os agentes perceberam indícios de alteração na estrutura da carroceria do caminhão. Após retirada da carga de esterco foi visualizado um compartimento oculto no assoalho da carroceria, sendo encontrado 1.540 tabletes de substância com odor característico à maconha, pesando aproximadamente um mil e quatrocentos quilos.

Ao ser questionado, o homem informou que recebeu o entorpecente em Toledo (PR), com destino a cidade baiana de Jequié, onde receberia mais informações a respeito do destino final da droga. Falou ainda que receberia a importância de R$ 10.000,00 pelo transporte, bem como estava sendo monitorado por um ‘batedor’ que lhe passava às informações – através do celular – do trajeto e condições de fiscalização da rodovia.

Ao ser questionado, o homem informou que recebeu o entorpecente em Toledo (PR), com destino a JequiéPosteriormente, os policiais conseguiram identificar uma caminhonete Amarok em atitude suspeita no trecho da rodovia, conduzida por um homem e como passageira uma mulher. Ambos informaram que foram contratados por uma pessoa a qual não souberam identificar para realizar o serviço de ‘batedor’, tendo recebido a quantia de R$ 1.500,00.

Diante dos fatos, todos os envolvidos foram levados juntamente com o produto apreendido para a Delegacia de Polícia Civil em Jequié (BA), para adoção das providências cabíveis.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui