Prefeitura de Eunápolis interdita Prosegur por falta de alvará de funcionamento

A nova sede, ocupada depois do mega-assalto, foi interditada. Fotos Ascom

 A empresa Prosegur foi interditada e está proibida de exercer suas atividades no novo endereço em que passou a funcionar após o assalto que sofreu no último dia 06/03. Conforme a notificação entregue à empresa na tarde desta quarta-feira (14/03) a empresa está incursa no art. 24 da Lei 409/2001, Código de Polícia Administrativa do Município de Eunápolis.

Entrega da notificação

Estão envolvidas na interdição as secretarias de Infraestrutura e de Finanças e Planejamento do município, bem como a Procuradoria Municipal. A notificação foi entregue por  servidores da Fiscalização e recebida pelo representante da empresa. A Prosegur tem prazo para regularizar a situação, sob pena de sanções mais graves.

No momento em que a empresa era notificada, moradores protestavam com cartazes, cantando palavras de ordem que pedia o deslocamento da empresa para outro local. A medida da Prefeitura atende também a reivindicação desses moradores, mas está fundamentada no fato de a Prosegur não possuir alvará de autorização para exercer atividades naquele local, na conhecida Ria da Colônia.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui