Prefeito eleito em cidade mineira morre na véspera da posse

Maurélio Carlos da Silva (PDT) era médico e tinha 76 anos; político foi eleito para o cargo com 47% dos votos válidos

REPRODUÇÃO / INSTAGRAM

Maurélio Carlos da Silva (PDT), médico e prefeito eleito de Espera Feliz, a 384 km de Belo Horizonte, morreu por complicações da covid-19, nesta quinta-feira (31), véspera da posse para o comando da cidade. O político foi eleito com 47,58% dos votos, aos 76 anos.

A prefeitura de Espera Feliz decretou luto oficial de três dias. O município vizinho, Dores Rio Preto, onde ele trabalhava como médico, também lamentou a morte de Silva e decretou luto na cidade.

Silva é natural de Igarapava, interior de São Paulo. Na adolescência tentou carreira como jogador de futebol profissional, jogando em equipes como o time itinerante do Flamengo, no Botafogo, no Rio de Janeiro, e na Desportiva Ferroviária em Vitório, no Espírito Santo.

O político deixa 10 filhos, 24 netos e 3 bisnetos. Com a morte de Silva, o vice eleito, Rafael Peixoto, assumirá o cargo de prefeito.

Pandemia

O último balanço da prefeitura, divulgado à tarde, indicava que o município tem 1.014 casos confirmados de covid-19, sendo 23 óbitos.

Em toda Minas Gerais, são 542.909 infectados e 11.902 mortes causadas pela doença. Nesta quinta-feira (31), foi o dia em que o Estado confirmou o maior número de casos dentro de 24 horas, com 6.865 registros.

______
Fonte: R7

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui