Porto Seguro: Produção de mudas gera renda para famílias de Barra Velha

Cerca de 50 famílias da reserva indígena de Barra Velha, em Porto Seguro, estão sendo beneficiadas pelo projeto “Núcleo de Coletores de Sementes e Produção de Mudas Araticum”, implantado pelo Programa Arboretum, em parceria com a Prefeitura de Porto Seguro – através das Secretarias de Governo e Meio Ambiente – e Complager (Cooperativa Indígena de Boca da Mata). Além das 50 famílias envolvidas na produção de mudas nativas em viveiro comunitário, o programa irá atuar também na formação de 27 pessoas da aldeia, para trabalhar na coleta de sementes.

Com o objetivo de ampliar o número de famílias envolvidas no projeto a partir do apoio da Prefeitura, diversas entidades e ONGs participaram de uma reunião na Secretaria de Meio Ambiente, dia 22/10, com a presença do secretário Bené Gouveia e do superintendente Indígena, Juari Pataxó, além de representantes da secretaria de Agricultura, Instituto Chico Mendes(ICMBio), Arboretum, Complajer, Natureza Bela, Fórum Florestal e Ministério de Meio Ambiente.

Um dos objetivos é implantar mais 20 viveiros de quintal na aldeia, com a meta de produzir 120 mil mudas até julho de 2014. Segundo representantes da Arboretum, para isso, além do apoio da Prefeitura, é necessário fortalecer as parcerias com as entidades locais e diversificar a demanda das mudas nativas para reflorestamento e paisagismo, através da produção de espécies, como as palmeiras. “Temos que abrir esse olhar para o interior e fazer todos os esforços para que essa atividade seja sustentável”, disse o secretário Bené Gouveia.

Para os ambientalistas presentes no encontro, o projeto poderá atingir um total de 250 famílias, focando em objetivos mais grandiosos como a extração zero de Mata Atlântica na aldeia e entorno e futuramente, a extinção da venda de artesanato produzido com madeira nativa.

 

 

Fonte: Ascom da prefeitura

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui