Porto Seguro espera fator ‘segurança’ para finalizar preparação de carnaval

Foto: Divulgação / Prefeitura de Porto Seguro

Um dos locais de maior apelo turístico da Bahia, Porto Seguro também não bateu o martelo sobre o Carnaval de 2022. O fator segurança é a questão chave. Segundo o vice-prefeito e secretário local de turismo, Paulo Onishi, o Paulinho Tôa a Tôa, ainda é prematuro anunciar a festa, já que não depende da prefeitura o serviço de segurança.

“Não tem como fazer festa de rua sem apoio da Polícia Militar. Inviabiliza muito. A gente depende disso e só está preso por essa questão”, afirmou o também empresário ao Bahia Notícias. Fora a parte do estado, Onishi declarou que os outros preparativos da festa já estão adiantados, como a expansão do circuito que não ficará apenas na Passarela do Descobrimento.

A definição, segundo Paulo Onishi, leva em consideração os efeitos da pandemia da Covid-19, já que não há certeza de que a situação esteja normalizada. “Nós vamos acrescentar um novo circuito, levando para Orla, principalmente pela questão do espaço. Não tem como encher a passarela de 80 mil a 100 mil pessoas aglomeradas. Ninguém vai querer isso. A vacina já é comprovada que ameniza, mas não evita que a pessoa pegue a doença”, relatou.

Conforme o vice-prefeito, seriam 3,2 quilômetros de circuito na Orla, com início na altura da praia de Mundaí até a barraca do Gaúcho. O outro circuito, o tradicional na Passarela do Descobrimento, tem cerca de 1,2 km. Ainda segundo Paulo Onishi, uma reunião com o setor de hotelaria da cidade deve ocorrer nesta sexta-feira (12).

O encontro faz parte da agenda de discussão sobre a festa. Onishi disse ainda que caso a festa seja confirmada, haverá aferição de temperatura na entrada dos pórticos de acesso aos circuitos. O Carnaval em Porto Seguro ocorre no período tradicional da festa.

Fonte: Bahia Notícias

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui