Porto Seguro: Cras Mercado do Povo implanta atendimento itinerante semanal

Cras Mercado do Povo implanta atendimento itinerante semanal. Foto Ascom

Intensificando o atendimento a toda a comunidade, a Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) – Mercado do Povo realiza plantões mensais e, nesta sexta-feira, 6, implantou o serviço itinerante semanal, a fim de contemplar moradores dos bairros Mirante, Miraporto e o Fontana I e II. A coordenadora, Linda Sampaio, conta que o Cras Frei Calixto atende a oito bairro, tornando seu acesso, às vezes, dispendioso para as localidades mais distantes. “Por isso, estamos trazendo o serviços às comunidades através de plantões e implantando este atendimento semanal”, conta, destacando que a expectativa é de receber mais de 50 usuários hoje.

A concentração da equipe está na Pastoral da Crianças, com informações em relação aos programas, projetos, benefícios e serviços socioassistenciais, bem como Cadastro Único, Bolsa Família, incrições para as atividades de convivência para crianças de seis a nove anos de idade e adolescentes de dez a 14 anos.

A iniciativa leva estes benefícios, orientações de como acessá-los, bem como realiza as devidas inscrições de forma a atingir as comunidade distantes do centro e estimular seu ingresso. Uma novidade que agradou as crianças e adolescentes é o projeto de Capoeira Raça, que deve ter seu unício ainda este mês.

Para a moradora do Bairro Miraporto, Sinaite Ferreira, o atendimento itinerante facilitou seu acesso ao serviço. “Por conta da distância, eu adiava ir ao Cras para conseguir o passe livre para minha especial. Hoje, consegui o cadastro e informações sobre todo o procedimento para adquirir o benefício”, diz.

Benefícios e serviços

Fazem parte do escopo de atividades ofertadas ações como acolhimento, considerada a porta de entrada ao Cras; atendimento familiar através de entrevista com a finalidade de compreender a situação da família e realizar os procedimentos cabíveis; grupos socioeducativos para a discussão e reflexão de temas levantados pelos participantes; oficinas de inclusão produtiva ensinando técnicas de artesanato e pintura, com vistas a resgatar autoestima e proporcionar ações de geração de renda.

Também estão inclusas as visitas domiciliares, encaminhamentos à rede socioassistencial ou a outras secretarias para programas e serviços; orientação sobre o Benefício de Prestação Continuada voltado para idosos acima de 65 anos e pessoas portadoras de deficiência; cadastramento do passe livre – carteira para idosos a partir de 60 anos e sem renda para viajar a outros estados brasileiros; realização de grupos de convivência e viabilização da solicitação da emissão de 2ª via de documentos para outros municípios e estados brasileiros (Certidão de Nascimento e de Casamento).

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui