Porto Seguro: Comunidade se mobiliza contra o fechamento do Posto da PRF

Na manhã de sexta-feira, 3 de outubro, a população de Porto Seguro fechou a BR 367, no KM 35, das 10h30 às 13h30, numa manifestação contra o fechamento do Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que liga Eunápolis a Porto Seguro. A situação só foi normalizada quando o procurador da República Fernando Zelada, que estava em trânsito pelo local, interveio na questão, comprometendo-se a buscar uma solução para o impasse. O fechamento do posto está previsto para a próxima semana. Neste mesmo processo, também está o posto da PRF de Itamaraju, na BR 101.

Segundo informações, a PRF estaria fechando esses postos por falta de efetivo, ocasionada pelos noves anos sem contratações de pessoal, além das aposentadorias ocorridas nesse período.

Os moradores locais alegam que a região já vem apresentando índices de violência e que o fechamento do posto da PRF culminaria em um acréscimo desses índices, acarretando maior insegurança para os moradores da região.

“A Policia Rodoviária Federal, na realidade, é a nossa segurança. Estão querendo tirar os policias do Posto e nós não aceitamos. Próximo ao Posto tem um colégio e para várias crianças eles (os policiais rodoviários) estão abaixo de Deus, que dão a segurança. E se fechar o posto, como é que fica o turismo em Porto Seguro? Se com o posto funcionando noite e dia muitas vezes já entra o que não é para entrar em Porto Seguro, imagine se fechar o posto? Como ficará o turismo do município? E nós cidadãos?”, indagou dona Eloína Santos Miranda, representante da comunidade.

“Nós precisamos muito dessa polícia aqui. É uma covardia a PRF abandonar a gente. Precisamos da PRF como polícia e para socorrer nossos doentes, porque o SAMU aqui não vem”, desabafou Denise, moradora do local há mais de 20 anos.

No fechamento dessa edição, o inspetor da PRF Cláudio Santos afirmou que “não haverá fechamento, nem desativação de posto nenhu”.

 


Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui