Por que alguns desistiram?

“Simão Pedro lhe respondeu: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna.” (João 6.68)

Pedro e os demais apóstolos não foram embora. Eles ficaram. E nas palavras de Pedro, ficaram porque encontraram nas palavras de Jesus a vida eterna. Os que partiram o fizeram porque, ao contrário dos apóstolos, consideraram as palavras de Jesus pesadas demais. Duras demais. Mas, em que sentido eram duras? Porque falavam de intolerância e ensinavam radicalidades? Porque eram agressivas e desconsideravam as pessoas? Não encontramos Jesus proferindo palavras que poderiam ser assim classificadas. Exceto ao confrontar os religiosos judeus.

As palavras de Jesus eram duras demais pois pediam um compromisso radical. Os que ficassem precisariam  mergulhar na vida proposta por Jesus. Nas palavras dele, “comer o meu corpo e beber o eu sangue”. Uma vida incomoda para quem está acostumado a viver somente para si. E quem não está, pelo menos um pouco? Uma vida incomoda para quem não tem o amor como valor e princípio máximo da vida. Alguém de nós já chegou a este estágio? Eles não perceberam a vida e a eternidade nas palavras desafiadoras de Jesus. Uma vida e eternidade que vão se revelando passo a passo, enquanto vamos seguindo pela estrada. Enquanto enfrentamos, não os outros, mas a nós mesmos. Vida e eternidade que nos pedem entregas constantes, revisões constantes, mudanças constantes. Que nos trazem perguntas para as quais demoramos a encontrar respostas. E nos pede fé. Fé em Jesus. Fé nele, no que fez, em quem Ele é. Fé que nos leva a correr riscos e assumir compromissos.

Mas é importante perceber que, nem todos que ficaram, de fato ficam. Judas ficou. O irmão do pródigo da parábola, que ficou, tinha um coração distante e diferente do coração de seu pai. E nós, ficamos ou partimos? E se ficamos, como temos ficado. Ficamos mesmo? Onde está e como é nosso coração? A eternidade das palavras de Jesus tem aparecido em nossas palavras e atitudes? É importante também lembrar que, ficar, é aceitar ser enviado. Pois o amor tem muitas tarefas. E se a eternidade e a vida se encontraram ao ouvirmos Jesus, isso nos faz servos. Temos a missão de amar e levar o outros o que encontramos nas palavras de Jesus. Se você tem razões para ficar, porque tem encontrado vida eterna em Jesus, então vá. Vá e anuncie isso. Mostre o Amor que encontrou você.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui