Poções: Governador participa da tradicional Festa do Divino

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Até este domingo (8), a cidade de Poções, no sudoeste da Bahia, celebra a festa do Divino Espírito Santo, padroeiro do município. Na manhã desta sexta-feira (6), o governador Jaques Wagner acompanhou a chegada das bandeiras do Divino à Igreja Matriz, um dos pontos altos da tradição católica mantida há 136 anos.

“É uma festa centenária presente no coração, na mente e na fé do povo de Poções, e fico muito feliz que seja mantida como uma das mais belas manifestações do povo baiano”, disse o governador.

Jaques Wagner aproveitou a visita para anunciar investimentos em saúde na região de Poções, como a inauguração de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), prevista para o próximo mês, e mais recursos destinados ao Hospital São Lucas, por meio de convênio para melhorar o atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na unidade filantrópica do município.

“Estamos concluindo as negociações e, em mais oito dias, vamos ampliar mais ainda esse repasse de recursos, pois sabemos da necessidade [do hospital]. Já fizemos um incremento e faremos outro agora. No caso da UPA, temos parceria entre os governos federal, estadual e municipal”, afirmou o governador.

Bandeiras

Conduzidas por mais de três mil cavaleiros, as bandeiras representam a fé e a esperança numa representação do trajeto feito pelos devotos, que saíam em peregrinação para arrecadar os recursos necessários à comemoração em homenagem ao santo padroeiro.

A aposentada Ana de Jesus, 63 anos, herdou a devoção dos familiares e desde menina rende homenagens e votos de fé ao Divino Espírito Santo. “Não existem palavras para explicar a fé e bênção de estar aqui para pedir por saúde para mim, meus filhos e toda a família”.

Um dos mais importantes festejos religiosos da região, a Festa do Divino recebe mais de 30 mil pessoas de todas as idades e diversos lugares do país, que visitam a cidade de Poções desde o início das celebrações, em 30 de maio.

Trazida de Portugal para Poções pelos jesuítas e primeiros colonos, a festa é realizada sempre no Domingo de Pentecostes, comemorado 50 dias depois da Páscoa, na data em que os católicos celebram a vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo.

 

 

 

Fonte: Secom BA

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui