Pessoas dormem na fila do Cartório Eleitoral de Eunápolis e juiz chama a imprensa para esclarecer a situação

Por Petrina Nunes/O Sollo

alt

Nesta quinta-feira, 07 de abril, O Sollo participou de uma coletiva de imprensa com o Juiz da 103° Zona Eleitoral da cidade de Eunápolis (BA) e algumas adjacências, Dr. Roberto Freitas, que falou sobre o fato de eleitores da cidade, distritos e cidades vizinhas, terem que dormir na fila do cartório eleitoral da cidade, nesses últimos dias de prazo para a regularização e para fazer o título. A coletiva ocorreu no próprio cartório que fica localizado na Av. Alexandrina, s/n, Dinah Borges.

De acordo com o juiz, ele recebeu um ofício do presidente do TRE, dizendo que houve redução de 34% dos recursos planejados, e por esse motivo o cartório estava enfrentando dificuldades em atendimento ao público. Usuários do serviço do Fórum, flagrados no início desta manhã na porta do local, afirmaram que estão tendo que passar a noite na fila para tirar ou regularizar o título eleitoral.

Dr. Roberto colocou que, o corte de orçamento é um dos problemas centrais para essa situação ocorrer, pois o TRE divulgou que o orçamento planejado não será executado. Porém, além disso, há a implantação da biometria.

“Hoje Eunápolis está passando pela chamada Biometria Ordinária, ou seja, os novos títulos de eleitor que forem expedidos em Eunápolis, na zona 203 e na zona 188, têm que ser pelo sistema biométrico. Quem tem o título antigo, ainda tem validade e irá funcionar para as eleições, não é necessário se cadastrar ou retirar uma segunda via”, disse o juiz.

alt

Juiz Roberto Freitas

Ele ainda explicou que “as pessoas que não têm título eleitoral e estão tirando a primeira via, têm que passar pelo sistema biométrico”. Esse sistema colhe as digitais e tira a foto do eleitor, e depende de internet e do sistema de intranet no TRE estar funcionando adequadamente.

Outro problema que tem causado esse acúmulo de pessoas nas filas, é o fato de Eunápolis só dispor de quatro equipamentos para atender cerca de oitenta mil eleitores. Quanto ao atendimento, quando tudo está certo no sistema, a média é de vinte minutos por eleitor, mas por falta de recursos, está quase impossível atender a todos da região, por isso, o fórum tem distribuídos fichas de atendimento, numa capacidade de 90 eleitores por dia.

Essa busca pelos cartórios tem acontecido, pois o prazo para fazer ou atualizar o título antes dessas eleições é até 04 de maio.

O juiz também disse que “pretendíamos colocar duas maquinas em Itagimirim, para diminuir o fluxo de pessoas no fórum de Eunápolis, porém o TRE mandou os equipamentos, mas não temos verbas nem técnicos para fazer a instalação lá”.

A ação que será tomada pelo fórum para melhorar a vida das pessoas que vêm de fora da cidade é que, a partir da próxima segunda-feira, 11 de abril, o “fórum passará a atender pelo período da tarde os eleitores de Itagimirim e Itapebi e pela manhã os eleitores de Eunápolis. As segundas, quartas e sextas-feiras serão atendidos os eleitores de Itapevi e as terças e sextas-feiras os eleitores de Itagimirim, num total de 80 senhas no período da tarde e 80 senhas pela manhã somente para os eleitores de Eunápolis”.

A zona 203, hoje, tem, exatamente, 53.612 eleitores, e a zona 188 conta com, aproximadamente, 37 mil eleitores. “No Brasil todo será uma novidade a biometria, nós não temos como prever o que irá acontecer”, finalizou o juiz.

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui