Pesquisadores da Nasa dizem que é muito difícil fazer sexo no espaço

Dois estudos mostram que radiação pode impedir procriação e que gravidade atrapalha

Futuros colonizadores do espaço deverão ser incapazes de procriar por causa da radiação ionizante que existe no Sistema Solar, revelaram pesquisadores da Nasa.

O estudo foi feito por Tore Straume, um biofísico especializado em radiação do Centro de Pesquisa Ames, da Nasa; Steve Blattnig, do Centro de Pesquisa Langley, também da agência espacial; e por Cary Zeitlin do Instituto de Pesquisa do Sudeste.

Segundo eles, a radiação provavelmente esterilizaria os óvulos das mulheres e diminuiria o número de espermatozoides, tornando difícil (senão impossível) a gravidez no espaço.

Se as mulheres conseguissem engravidar, o DNA do embrião poderia ser danificado, causando defeitos congênitos. E, mesmo que os viajantes do espaço dessem à luz um bebê saudável, as recém-nascidas seriam estéreis, impedindo a perpetuação da colônia de viajantes espaciais.

Os pesquisadores observaram que a atual tecnologia de proteção espacial não é suficientemente avançada para proteger viajantes espaciais de radiação nociva, principalmente de erupções solares e raios cósmicos galáticos.

Assim que os colonizadores de Marte chegassem lá, poderiam, teoricamente, usar as rochas do planeta vermelho para construir abrigos, mas, depois de nove meses de viagem, poderia ser tarde demais.

A probabilidade de esterilização não significa que os “martenautas” poderiam participar de encontros sexuais extraterrestres a torto e a direito. Pelo contrário, como mostra outro estudo publicado na mesma revista científica, que descreve algumas complicações de relações sexuais no espaço.

Nele, Rhawn Joseph, do Laboratório de Pesquisas do Cérebro, sugere que mulheres astronautas podem correr o risco de ser estupradas, que tensões sexuais podem levar à violência (como aconteceu com a ex-astronauta Lisa Nowak e o piloto do ônibus espacial William Oefelien) e que o ato propriamente dito pode ser bem complicado em ambientes sem gravidade.

A Nasa não se pronuncia quando é questionada se os astronautas já fizeram sexo no espaço. A agência espacial diz que há um código de conduta que sempre manteve relações de confiança entre os astronautas.


Fonte: R7

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui