Perseverança

“O Deus que concede perseverança e ânimo dê-lhes um espírito de unidade, segundo Cristo Jesus, para que com um só coração e uma só boca vocês glorifiquem ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.” (Romanos 15.5-6)

Interessante como há orações muito importantes e que não fazemos. Lendo estes versos e examinando minhas orações, minhas súplicas a Deus, não tenho recordação de ter orado pedindo a Deus perseverança. Mas, claro, preciso muito de perseverança! A maioria dos processos de vida exigem perseverança. A perseverança envolve a escolha de não desistir em vista de obstáculos ou dificuldades. As vezes desistimos mais facilmente do que deveríamos. Essa desistência realizada quando ainda há possibilidade se seguirmos em frente, traz prejuízos. Há carreiras que são interrompidas por falta de persistência. Há casamentos que acabam, não por não poderem seguir e superar a crise, mas por falta de perseverança.29

Nossa maturidade espiritual também exige persistência ou perseverança. A vida cristã é uma jornada, é um caminho. Nele enfrentamos dúvidas e dificuldades. Há momentos em que nossas certezas nos impulsionam e pensamos que agora sim, tudo vai ser como sempre gostaríamos que fosse. Mas não é improvável que, algum tempo depois, precisemos lidar com desânimo e frustração. Por isso perseverar é tão importante. Devemos orar a Deus pedindo que nos faça perseverantes. Devemos escolher ser perseverantes. Sim, pois perseverança é também uma escolha. É muito mais escolha que um sentimento, pois perseverar é exatamente enfrentar o sentimentos que nos diz que deveríamos desistir. Paulo diz algo interessante sobre a perseverança: diz que a tribulação produz perseverança (Rm 5.3). Veja, ela tanto é a atitude que nos mantem firmes como também o resultado dessa firmeza. Ser perseverante nos faz perseverantes!

Deus conhece os nossos limites. Ele sabe quando precisa nos dar alento para seguirmos em frente. E Ele sempre o faz. Mas precisamos compreender que crescer em perseverança muitas vezes se dará no exercício de darmos mais um passo quando o que desejamos é abandonar a jornada. É assim que estenderemos nossos limites, tornando-nos capazes de sustentar o compromisso, manter-nos em movimento, mesmo sob o peso de forças contrárias. E quanto mais perseverarmos, mais capazes seremos para perseverar. E é assim que oraremos mais, serviremos mais, aprenderemos mais, seremos mais fortalecidos. Coloque isso como um princípio para sua vida. Seja perseverante. As vezes, o que tanto ansiamos, o algo bom que nos espera, encontra-se apenas a alguns passos do ponto em que mais pensamos em desistir.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui