Papai Noel voa de parapente e distribui presentes para crianças de Lajedão

Cerca de 250 brinquedos foram arrecadados e entregues

Papai Noel voa de parapente para distribuir presentes em Lajedão. Foto: Jessé Fotografia

Centenas de crianças (e adultos) de Lajedão foram surpreendidas na tarde deste domingo, dia 13, com uma ação solidária mais do que especial.

Em clima de Natal, o Papai Noel veio do alto com seu saco cheio de brinquedos, fazendo a alegria da criançada. Mas, engana-se quem achou que o bom velhinho fez isso usando seus “métodos tradicionais”.

A ação chamou a atenção dos moradores. Foto: Jessé Fotografia

Nem chaminé. Nem trenó. Com trajes característicos, mais os equipamentos de segurança, o aventureiro Jonathan Duque (@jhonduquebio) saltou de parapente da Pedra da Floresta, ou, simplesmente, a Pedra de Lajedão, situada junto à cidade.

Embora o planejamento tenha sido pousar diretamente no estádio de futebol, as condições de voo não favoreceram a descida e o Papai Noel acabou chegando de carona no local (nada que tirasse o brilho da iniciativa).

Foram mais de 200 crianças recebendo brinquedos. Foto: Jessé Fotografia

Jonathan é natural de Teófilo Otoni (MG), mas, há três anos, mora em Teixeira de Freitas. Ele contou ao jornal OSollo que é piloto de parapente há quatro anos e já perdeu a noção de quantas decolagens realizou.

Venho tentando difundir o esporte aqui na região do extremo sul. Já fiz voo da Pedra do Fritz com pouso em Lajedão, no estádio, e fui o primeiro a realizar voo da pedra da cidade. Essa [deste domingo] foi uma das mais marcantes porque envolveu a alegria e sorriso de terceiros. Isso é imensurável“, disse o Papai Noel radical.

O Papai Noel prometeu voltar ano que vem. Foto: Jessé Fotografia

Mais de 200 crianças receberam os brinquedos, que foram arrecadados com o apoio de diversos parceiros e amigos. Entre eles, o morador da cidade Carlos Borges, que ofereceu toda assistência.

Foram quase 1.700 reais em itens levantados através de uma chamada nas redes sociais, no dia 15 de novembro.

Não tenho palavras para descrever. As crianças merecem muito mais. Posteriormente, eu quero ter o apoio da prefeitura para limpar a rampa“. E garantiu: “Ano que vem vai ser muito melhor“.

Os registros da ação solidária foram feitos pelo fotógrafo Jessé Souza (@jesse_fotografia) e gentilmente cedidos ao jornal OSollo. Confira mais cliques:

Leia também:

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui