Paciente recebe soro vencido e expõe assunto nas redes sociais; UMMI não comenta o caso

Unidade Municipal Materno-Infantil (UMMI) de Teixeira de Freitas. Foto: Elizeu Portugal/OSollo

Na última sexta-feira, 19 de outubro, uma paciente veio a público relatar uma situação que a deixou preocupada e indignada. Ela precisou ir à Unidade Municipal Materno-Infantil (UMMI) de Teixeira de Freitas, estando grávida de dois meses, e recebeu soro glicosado com a data de validade vencida.

A publicação foi feita em seu perfil pessoal. Imagens: Reprodução/Facebook

O caso repercutiu entre sites regionais. O jornalismo d’OSollo passou, então, a buscar esclarecimentos junto à diretoria da UMMI. Na manhã de segunda (22), nossa reportagem, em contato com a direção da maternidade, foi informada de que, oficialmente, apenas a Secretaria de Saúde poderia dar esclarecimentos sobre o caso.

Entretanto, após as últimas 24 horas, nenhum retorno havia sido dado. A Redação, então, contatou a Comunicação do Município, que, também, direcionou a responsabilidade por comentar o ocorrido à pasta da Saúde.

A reportagem ligou por duas vezes para o secretário de Saúde, Max Almeida, mas não foi atendida; uma mensagem foi deixada via WhatsApp. OSollo está à disposição para a UMMI e/ou Secretaria de Saúde darem o contraditório.

Informações obtidas de maneira extraoficial deram conta de que o ocorrido está sendo investigado internamente e que medidas já foram tomadas.

O CASO

Segundo a publicação no Facebook, que teve várias curtidas e comentários, a gestante, identificada como “Jiulie”, passou mal sentindo dores e se dirigiu à UMMI. Ela questionou os cuidados recebidos. Durante a administração do soro glicosado, constatou na embalagem que ele estava vencido desde 30 de agosto.

Quando informou o fato à enfermeira que fez a aplicação, a resposta teria sido que “se fosse passar mal, já teria passado”. Mais tarde, Jiulie citou um inchaço e dores no seu braço como resultado do ocorrido na UMMI.

Com receio de que, além do soro, os medicamentos também estivessem sujeitos à data de vencimento ultrapassada, a paciente foi incentivada a abrir processo contra a Unidade e ir à Polícia Civil da cidade registrar queixa.

O SORO

Segundo bula ao paciente disponível no site da Anvisa, as soluções injetáveis de glicose nas concentrações de 5% e 10% são indicadas como fonte de água, calorias e diurese osmótica. São indicadas em casos de desidratação, reposição calórica, nas hipoglicemias (diminuição do nível de glicose no sangue) e como veículo para diluição de medicamentos compatíveis.

A solução de glicose 5% é frequentemente a concentração empregada na depleção de fluido, sendo usualmente administrada através de uma veia periférica.

O medicamento não deve ser usado com o prazo de validade vencido.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui