Orgasmos podem ajudar na prevenção contra o coronavírus; entenda

Orgasmos podem ajudar na prevenção contra o coronavírus. Foto reprodução

Em meio a pandemia do novo coronavírus (COVID-19), muitas pessoas estão em busca de métodos para se proteger contra a doença. Neste cenário, o sexo e a masturbação podem ser a resposta. De acordo com um estudo desenvolvido pelo departamento de psicologia médica da Clínica Universitária de Essen, na Alemanha, os atos aumentam a imunidade do organismo. As informações são do site da estação de rádio Blu Radio, da Colômbia.

O motivo, segundo o estudo, seria pelo fato do orgasmo aumentar os níveis de dopamina e ocitocina, elementos químicos essenciais que estimulam o sistema imunológico e fortalecem o corpo contra ameaças externas, como vírus e bactérias.

Estes dois componentes também reduzem os níveis de cortisol, hormônio responsável pelo estresse e presente em momentos de ansiedade e angústia.

Ainda de acordo com a pesquisa, o nível de glóbulos brancos (também responsáveis por combater vírus e bactérias) presentes no sangue, 5 minutos antes de um orgasmo e 45 minutos depois, aumenta, o que causa benefícios.

Fonte: iBahia

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui