O prazo de carência está acabando

A premissa de que todo governante tem direito a cem dias de tolerância vem sendo questionada. Muitos alegam que, na atualidade, a tecnologia existente permite que ao assumir o governo os gestores tenha acesso imediato a, praticamente, todos os dados necessários ao funcionamento da máquina administrativa. Mesmo assim, julgamos prudente que continue sendo dado esse prazo, a fim de que haja entrosamento da equipe e, também, penso ser o tempo suficiente para o vencedor descer do palanque – o que é mais difícil, tendo em vista que saborear a vitória é prazeroso.

Para que serve a Apes?

A Associação dos Prefeitos do Extremo Sul (Apes) da Bahia, hoje, representa todos os 21 municípios que compõem as duas regiões: Costa das Baleias e Costa do Descobrimento. Foi fundada no final do segundo mandato do ex-prefeito Temóteo Brito em 1996, por iniciativa do seu grupo político, visando elegê-lo deputado federal, depois que ele fez o sucessor elegendo Wagner Mendonça prefeito de Teixeira de Freitas. Até hoje a Apes tem tido uma atuação pouco expressiva em termos de representatividade, tendo servido somente como cargo de fachada para seus presidentes.

Uma bandeira que deve ser de todos

O projeto de desenvolvimento sustentável da Costa das Baleias está pronto e precisa ser implementado. Ele deve ser uma bandeira de todos, não somente da classe política, através de suas lideranças. Na execução do projeto, os parceiros foram o Governo do Estado, a Apes e as empresas de celulose, as quais bancaram o custo do projeto. Este pode ser o grande fator de progresso para os 13 municípios que compõem a Costa das Baleias. É o planejamento estratégico que a região precisa.

A triste realidade da Bahia

Dos dez municípios mais violentos do Brasil para os jovens, cinco estão na Bahia. Eunápolis é a 1ª cidade do Brasil em violência contra jovens e Teixeira de Freitas fica na 9ª posição. Estes índices foram divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, uma ONG que analisa a situação de combate à violência no Brasil. Foram analisadas 283 cidades no país, todas com mais de cem mil habitantes. Vejamos as cidades da Bahia campeãs na violência: Eunápolis (1ª do ranking), Portos Seguro (4ª), Paulo Afonso (7ª), Lauro de Freitas (8ª) e Teixeira de Freitas, que aparece como a 9ª cidade brasileira onde os jovens estão mais expostos à violência.

A política é um jogo fascinante

Quem participa da política se envolve no mais emocionante dos jogos. Não se faz política sem emoção, mas, dificilmente, se ganha sem racionalidade e planejamento. Cada vez mais ela está exigindo modernidade nas suas ações, por isso, o estrategista, o publicitário e o pesquisador foram trazidos para o núcleo central das campanhas e para o entorno dos candidatos. Quem entra na política se apaixona e, raramente, sai. Já disseram que se entra pela mão dos amigos e não sai por causa dos inimigos.

Existem seis formas de atrair a derrota

Perde-se a guerra por erro próprio e se ganha em cima do erro do inimigo, portanto, existem seis erros que não devem ser cometidos: 1 – negligenciar no cálculo da força do inimigo; 2 – ira injustificável; 3 – não observância da disciplina; 4 – falta de autoridade; 5 – treinamento imperfeito; 6 – incapacidade de usar homens escolhidos.

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui