O combustível

“Façam tudo com amor.” (1 Coríntios 16.14)

No mundo temos diversos tipos de motores e que se alimentam de diferentes tipos de combustíveis. Pensando apenas nos carros, temos pelo menos quatro tipos de combustíveis em nossos postos, que já não poderiam ser chamados apenas de postos de gasolina. Temos a gasolina, que pode ser comum, aditivada ou especial; temos o diesel, temos o etanol e temos o GNV. Já temos os carros elétricos, mas que se abastecem em outros pontos. Sem combustível o carro não anda! Também temos nossos combustíveis, mas somos de um tipo flex, como nenhum carro poderia ser. Admitimos uma infinidade de combustíveis. Todos podem nos fazer andar, mas nem todos honram a Deus. E há combustíveis que o desonram. Nosso combustível é aquilo que nos motiva, que nos inspira a agir.

Paulo está chamando nossa atenção para o combustível que Deus deseja que seja a fonte de nosso movimento. Ele está nos pedindo para aprender a ter como motivação o amor. Diferente do que o senso comum afirma, o amor não é um casualidade emocional: ou a gente ama ou não ama. Não é algo que subitamente aparece e se não aparecer, nada podemos fazer a respeito. Jesus tratou o amor como uma escolha. Quando Ele nos pediu para amar nossos inimigos, contradisse a lógica de que o amor seja um instinto, algo involuntário. Ele o colocou como uma decisão ética. Conforme Seu ensino podemos e devemos escolher o amor. Devemos amar até mesmo as pessoas de quem não gostamos. Amar é o maior dos nossos deveres. Tudo, sem amor, é nada (1 Co 13.1-3) e toda Lei e todos os Profetas dependem do amor (Mt 22.38-40).

O amor é a motivação inegociável da fé cristã. Nosso mundo se move por outros combustíveis. Como cristãos somos chamados a não nos conformar com isso (Rm 12.2). A falta de amor tem roubado vidas e destruído nosso planeta. Médicos, engenheiros, mecânicos, políticos, pastores, pedreiros, porteiros, garis, fiscais, professores, advogados, juízes, babás… motivados pelo amor são dádivas. Sem amor, são ameaças. Podemos aprender a fazer todas as coisas com amor. Não é algo que acontecerá sem a intervenção de Deus, mas também não acontecerá sem nossa escolha e esforço. Se escolhermos amar em tudo que fizermos, seremos dádivas. Persista, insista se esforce. E hoje, faça tudo que fizer com amor. Esta será sua adoração a Deus e a mais significativa de todas!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui