O Coliseu Parlamentar de Teixeira de Freitas

Presidente da Câmara de Teixeira de Freitas, Marcos Belitardo. Foto: Reprodução

A sessão da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas de terça-feira, 10 de agosto, lembrou um coliseu romano, tanta troca de violência entre os envolvidos – não se sabe se, como em Roma, o “espetáculo” foi para entreter a população.

Por sorte, embora um empurra-empurra tenha sido registrado, a violência física ficou apenas nisso e a população em nada aprovou o embate. O povo quer ver vereador legislando em seu benefício, sendo sua voz, a fiscalização necessária para o bom andamento do Executivo.

Mas, o termo ‘apenas’ abranda uma situação que em nada deve ser reduzida, posto que ver os supostos representantes do povo perdendo tempo batendo boca e desrespeitando a Casa Legislativa é uma vergonha.

Segundo informações, tudo teria começado quando o vereador Luizinho fez uma declaração e, nos perdoe a linguagem popular, o vereador Tequinha, por sua vez, “vestiu a carapuça”.

Com isso, sentiu-se apto a pedir o direito de réplica, que foi recusado pelo presidente da Câmara, Marcos Belitardo, o qual, apegando-se ao Regimento Interno da Câmara e a um consenso do colegiado da Casa, justificou ao edil que não houve citação do seu nome diretamente.

Momento em que alguns vereadores iniciaram a discussão, sendo necessária a interferência de outros colegas e funcionários da Casa para evitar uma baixaria maior e ainda mais violência. Veja o vídeo completo da Sessão Ordinária de 10 de agosto com parte da discussão.

Em suas redes sociais, Marcos Belitardo, divulgou um vídeo relatando o fato e o motivo de o pedido do vereador Tequinha ter sido negado. O presidente da Câmara também explica os parâmetros do direito à réplica com base no Art. 240 do regimento interno da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas.

“Será dado o direito de réplica por um minuto ao vereador citado por outro que estiver no uso da palavra no plenário”, explica Marcos Belitardo, que, no vídeo, detalha melhor. Entenda:

Tenhinha Brito e Joris de Gel, envolvidos na situação, também fizeram vídeo com suas versões, declarando estar havendo acepção de pessoas por parte do presidente da Casa, Marcos Belitardo. Você confere o vídeo AQUI.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui