O caminho escolhido por Deus

“Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele.” (João 3.17)

Como podemos crer em Jesus?! É mais fácil crer em Papai Noel! O que nosso mundo parece precisar é de mais autoridade e poder sendo exercidos. Isso não combina com um menino frágil que vive como um homem pobre e morre na cruz. É loucura demais pensar assim! O que Deus deveria ter feito é colocado mais ordem neste mundo, mais justiça. Aí ficaria mais fácil crer em Seu amor! Agora, do jeito que as coisas tem sido, é complicado. Essas são expressões que representam pensamentos comuns entre nós. Deus não faz sentido e o natal e o que se segue, a vida e morte de Jesus, nos parecem loucura. Para nós tudo faria mais sentido se Deus agisse com mais justiça do que com mais amor. Uma loucura aos olhos de Deus.

Para nós, Deus deveria trazer a justiça, punindo os maus, recompensando os bons e os que se esforçam. As coisas deveriam funcionar mais na base do merecimento, ao estilo Papai Noel. Assim todos se comportariam. E ainda que não tivesse tanto amor, a vida seria mais segura para todos! Como somos iludidos! Como ignoramos o significado do mal e o quanto estamos envolvidos com ele. Se Deus começasse pela justiça, todos seríamos condenados. Todos somos culpados ao seus olhos. O natal divino é o natal do amor e da graça, o natal de Jesus. Ele escolheu amar, por Seu amor justificar e com Sua presença santificar. Jamais vamos entender as escolhas de Deus, mas todos podemos confiar em Sua decisão. E está nisso a nossa salvação!

O natal é Deus vindo a nós para nos declarar Seu amor. Um amor incondicional, ofertado a todos, por meio da fé, algo possível a todos. Se cremos em Seu amor, cremos em Jesus e nos submetemos aos Seus critérios. Seu amor nos fortalece e Sua presença nos faz ama-lo de volta e ao próximo como a nós mesmos. E envolvidos em amor vamos sendo santificados e nossa vida é transformada. Deus passa a pedir de nós mais justiça, mais retidão. Tudo motivado por amor e não por medo de punição ou interesse em compensação. E a vida vai sendo desentortada, a começar em você, de dentro para fora. E se você acredita que exista um caminho melhor do que o que Deus escolheu, você acredita em Papai Noel!

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui