O artista São Félix deixa saudades em Itapetinga

O prefeito José Carlos Moura, São Félix e a primeira dama Cida Moura na Praça dos Pioneiros, onde há uma das obras de Félix “O Vaqueiro Montado”
O artista plástico Júlio de Souza Barbosa, o São Félix, itapetinguense de coração e criador de obras que enfeitam e valorizam a cidade e a cultura do município de Itapetinga faleceu aos 83 anos, no último dia 16 de janeiro, na cidade de Itabuna. São Félix foi vítima de uma tentativa de assassinato no final de dezembro de 2010 e desde então, estava internado, lutando pela vida. Mas infelizmente não resistiu.

São Félix é natural da cidade de São Felix, daí o apelido, e veio para Itapetinga ainda moço, em 1945, com 17 anos. Aqui constituiu família e passou a ter Itapetinga como sua cidade natal. Deixa-nos sua lembrança sempre representada por suas diversas obras espalhadas por vários cantos, como na Praça dos Pioneiros e no Parque da matinha, confirmando a sua célebre frase: “Itapetinga, ainda que o destino nos separe, serei aquele, que um dia, te embelezou”.

O prefeito de Itapetinga José Carlos Moura, publicou no dia 17 de janeiro, um decreto declarando luto oficial por três dias em função do falecimento do grande artista. São Félix foi uma das personalidades da cidade, homenageada ainda em vida pela administração municipal. Em 2009, nos festejos juninos, recebeu um troféu pelos serviços prestados à cidade e à comunidade e seu nome foi dado a um dos dois palcos da festa, momento em que também o sanfoneiro Zé Barbosa, falecido em 2010, recebeu homenagem.

A comunidade de Itapetinga ficou triste e pesarosa com morte do artista e junto aos seus familiares e amigos, não descansará até que o culpado por esta atrocidade seja preso e punido. Itapetinga não poderá jamais esquecer e nem descuidar sequer um minuto da preservação das obras do artista que embelezarão a cidade sempre.

Fonte: Ascom da Prefeitura de Itapetinga

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui