O amor e o caráter

“Façam tudo com amor.” (1 Coríntios 16.14)

Todos lutamos com fraquezas. Não há quem não as tenha. Você tem consciência das suas? Há fraquezas de todos os tipos. Nós, seres humanos, somos de uma complexidade tal que nem sempre fraquezas são pontos fracos. Nossas fraquezas podem ser o modo como lidamos com nossos pontos fortes. Pode ser, por exemplo, o orgulho e a presunção que nos dominam porque somos muito capazes em algo, porque temos um talento extraordinário. O nosso ponto forte pode alimentar nossa fraqueza! A ideia cristã de pecado é mais profunda que a ideia religiosa. O pecado é algo que corrompe a vida pela raiz e pode transformar virtudes em árvores que frutificam impiedades. Precisamos da ajuda de Deus, mas precisamos nos ajudar também.

Como podemos experimentar aprimorar nosso caráter e estar precavidos para não viver na fraqueza? Como podemos superar o mal que tão de perto nos rodeia que tão suavemente nos seduz que opera através de nós fazendo-nos acreditar que estamos fazendo o que devemos que é justa nossa atitude e mesmo boa, quando, de fato, o resultado será o desamor que tanto deveríamos evitar? Não seremos bem sucedidos com regras. Mesmo os versículos que decorarmos necessariamente não nos ajudarão. Não me leve a mal, mas pode ser que nem mesmo nossas orações nos ajudem. Mas há algo que definitivamente nos ajuda e faz dos versículos, regras e oração pontos fortes: nossa escolha de fazer tudo com amor.

Fazer todas as coisas com amor é um caminho certo para nossa transformação, para nosso aperfeiçoamento. Fazer todas as coisas com amor é o que nos desempenará para andarmos equilibrados no Caminho. Fazer tudo com amor não é o padrão em nossa sociedade. E, infelizmente, muitas vezes nem mesmo nas igrejas. Devemos estar atentos às nossas motivações e fazer do amor a grande motivação. É assim que viúvas pobres dão mais que empresários ricos (Mc 122.41-44); é assim que os últimos são os primeiros (Mt 20.16) e é por causa do amor que haverá surpresas sobre quem de fato fez o que Jesus pediu (Mt 25.31-45). Por isso, faça com amor tudo que fizer. Aprenda a colocar em prática a sua fé. E coloca-la em prática não é ser ousado, atrevido! Coloca-la em prática é ser amoroso! Isso aperfeiçoará você!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui