Núcleo Territorial Neojiba de Teixeira de Freitas promoveu o primeiro “Recital em Casa”

O primeiro “Recital em Casa”, do Neojiba em Teixeira de Freitas. Foto: Divulgação

A noite desta quinta-feira (16), foi de música e festa para cerca de 90 famílias que acompanharam o primeiro “Recital em Casa” do Núcleo Territorial Neojiba (NTN) Teixeira de Freitas – Orquestrando Futuros.

Por duas horas, eles assistiram a vídeos enviados pelos integrantes do NTN, com orientação e apoio dos instrutores. As apresentações foram reunidas em três blocos.

O primeiro “Recital em Casa”, do Neojiba em Teixeira de Freitas. Foto: Divulgação

O superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura do Estado da Bahia, maestro Orley Silva, acompanhou o recital e agradeceu a toda a equipe e integrantes do NTN pelo empenho.

Gislaine Romana, coordenadora do NTN, contou que o recital superou as expectativas. “Não foi somente um momento onde se mostrou o desenvolvimento dos nossos integrantes, mas foi uma oportunidade de ver na prática como o Núcleo tem feito diferença na vida das famílias atendidas. Foi a comprovação que o Neojiba proporciona justiça social“.

O primeiro “Recital em Casa”, do Neojiba em Teixeira de Freitas. Foto: Divulgação

O Núcleo Territorial do Neojiba Teixeira de Freitas – Orquestrando Futuros, está sediado na Igreja Batista Memorial e hoje conta com 138 integrantes que têm entre 06 a 27 anos e realizam atividades de ensino e prática musical coletivos, além de promover ações de multiplicação e apoio a projetos musicais parceiros e projetos estruturantes do Governo do Estado de forma contínua, proporcionando um impacto duradouro no território.

Sobre o Neojiba

Criado em 2007 pelo pianista e maestro baiano Ricardo Castro, o Neojiba (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) promove o desenvolvimento e integração social prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos.

O programa é mantido pelo Governo do Estado da Bahia, vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social e gerido pelo Instituto de Desenvolvimento Social Pela Música. Em 12 anos de atuação, o Neojiba atendeu, direta e indiretamente, mais de 10 mil crianças e jovens entre 6 e 29 anos.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui