Nova turma de jovens conclui curso de Mecânica de Máquinas Florestais na região do Picadão da Bahia 

Nova turma de jovens conclui curso de Mecânica de Máquinas Florestais na região do Picadão da Bahia . Foto Ascom

Iniciativa realizada pela Suzano, o curso tem a parceria do Senai-BA e capacitou 25 pessoas das comunidades de Cruzelândia, Camaruji e Rio do Sul

A capacitação para o mercado de trabalho é o primeiro passo para quem busca oportunidade profissional e, no sul da Bahia, a Suzano vem oferecendo qualificação em diversas comunidades. No final de abril, uma nova turma, formada por 25 jovens das comunidades de Cruzelândia, Camaruji e Rio do Sul, na região do Picadão da Bahia, concluiu o curso de Mecânica de Máquinas Florestais, realizado pela empresa em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-BA).

Com carga horária de 348 horas, o curso foi executado pelo Senai nas instalações da Escola Municipal de Cruzelândia. A capacitação atende a uma demanda da comunidade, apresentada no âmbito do Conselho Comunitário. “Desde o segundo semestre de 2018, mais de 100 jovens de comunidades da região do Picadão da Bahia já foram contemplados em cursos profissionalizantes gratuitos oferecidos em parceria com o Senai-BA”, destaca André Becher, da área de Desenvolvimento Social da Suzano em Mucuri.

A grande participação de jovens mostra que o envolvimento da empresa em ações de capacitação na região desperta muito interesse. “São jovens que buscam aprimorar conhecimentos e adquirir capacitação para oportunidades de trabalho”, explica Becher.

As máquinas florestais são equipamentos muito presentes na principal atividade econômica do sul da Bahia e quem se especializa na sua manutenção pode ter mais chances no mercado de trabalho.

Becher comenta que o foco do curso é oferecer capacitação técnica e profissional para as comunidades locais, buscando justamente oferecer especialização para o mercado de trabalho em diversas frentes.

Sobre a Suzano – A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui