Nº 4 do mundo busca manter status durante o Pan-Americano de Beach Tennis em Cabrália

Pato Iturra, um do Top 5 do mundo e que liderava o ranking até a semana passada na categoria Simples. Foto: Ascom
O Pan-Americano de Beach Tennis, que será realizado em Sta. Cruz Cabrália, no sul da Bahia, terá a presença de um do Top 5 do mundo e que liderava o ranking até a semana passada na categoria Simples. O chileno Pato Iturra confirmou presença e será uma das atrações internacionais na competição entre os dias 2 e 5 de agosto nas areias da praia de Coroa Vermelha e do hotel Capitania. O torneio é organizado pela Brazil Super Sports com supervisão da Confederação Brasileira de Beach Tennis e chancela da IFBT, International Federation of Beach Tennis.
Pato Iturra, quarto colocado do ranking Simples e que era o líder até a última lista da semana passada, será um dos líderes do time chileno que buscará desbancar times como os de Brasil, Argentina, México e Estados Unidos na competição por equipes, mais atletas destes países e de Venezuela e Bolívia no torneio aberto (Open), onde busca manter o favoritismo nas Simples. O torneio aberto conta com premiação de R$ 6 mil (R$ 4 mil aos profissionais, R$ 2 mil aos amadores em produtos BLVS) e pontos para o ranking mundial da IFBT.
O Brasil estando de local virá forte para o Pan-Americano. Será um torneio bonito, cada uma das seleções está vindo forte para defender seus respectivos países. Estive há poucos dias na liderança do ranking, quase um Roger Federer (risos), mas ainda não há tantos jogando na categoria, pouco mais de 250 atletas, mas é legal ter ficado no topo e estar entre os 5 primeiros, espero que mais gente siga jogando simples para fazer grandes partidas e que possa me manter lá no topo. Espero poder sair com o título nas Simples e ir bem nas Duplas com meu parceiro Braulio Maldonado e defender meu país com o máximo de luta possível“, destacou o jogador que vive em Viña del Mar, tem 30 anos e vem conciliando os torneios, treinamentos junto com os estudos onde cursa o último ano de fisioterapia. Onde jogava, desde os oito anos de idade, disputou eventos da série Cosat, o Sul-Americano e conheceu o Beach Tennis através de sua namorada no ano passado. Em Simples, são três conquistas e mais três finais em seis torneios. Nas duplas, ele ocupa o 76º lugar.
A equipe chilena para Duplas (Masculina e Feminina), tanto para o evento por equipes como para o Aberto, terá nomes como Francisco Becerra, 47º do ranking mundial, e Josefa Valdivia, 41ª da tabela da IFBT.
Na categoria de veteranos do 40+, a líder do ranking mundial, Michelle Bos, vai defender o time dos Estados Unidos e atuará nas duplas com a sul-matogrossense Eva Regina e na dupla mista com o carioca Adão Chagas, precursor do Beach Tennis no Brasil.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui