‘Não houve erro de estratégia’, diz Paulo Souto após derrota na Bahia

Candidato democrata diz que recebeu com surpresa resultado no 1º turno.

Rui Costa, do PT, foi eleito governador do estado na noite deste domingo.

Paulo Souto falou à imprensa após o resultado das eleições na Bahia (Foto: Ruan Melo/G1)
Paulo Souto (DEM), candidato derrotado nas eleições para governador na Bahia, afirmou neste domingo (5), em seu discurso após a confirmação da vitória do candidato do PT, Rui Costa, que não acha que houve erro de estratégia durante a campanha.

“Não acho que houve nenhum erro de estratégia. Nós o tempo todo fizemos nossa campanha claramente relacionada com o candidato presidencial e essas coisas que acontecem na politica nao estão muito bem diagnosticadas e às vezes nem sempre se consegue se explicar o resultado do que aconteceu numa situação como essa”, disse.

Souto conta que recebeu com surpresa o resultado e que ainda não sabe diagnosticar o motivo da derrota. “Acho que foi surpresa. Mas eu não sou capaz ainda de analisar exatamente o que houve a não ser, mais uma vez, um certo predomínio dos baianos em relação à figura da presidenta da república. Isso pode ter contribuído sim, pelo menos, para dar uma margem mais folgada nessa eleição que não era esperada no início.

O candidato do DEM acompanhou a apuração em casa, com a família, e em seguida seguiu para o comitê do partido, situado na Avenida ACM, na capital baiana, onde concedeu entrevista coletiva.

Ao lado do prefeito de Salvador, ACM Neto, Souto disse que “cumpriu o seu papel” e que está tranquilo com o resultado nas urnas. “Nós lideramos a campanha durante praticamente toda a campanha e nos 15 últimos dias o resultado modificou-se e eu nao sei diagnosticar porquê. Mas isso é da política. Eu fico tranquilo porque acho que cumpri minha obrigação, chamei atenção dos baianos para os principais problemas da Bahia. Eu acho que essa é a parte importante que fica na campanha. E o que eu desejo que o vencedor possa fazer um bom governo, que atenda as expectativas que a Bahia tem a esse respeito.

Para Paulo Souto, mesmo com a derrota, o Democratas continua sendo um partido de grande importância no estado. “O democratas e os partidos associados fizeram bancadas expressivas tanto na Câmara dos Deputados quanto na Assembleia Legislativa. Nós continuamos a ser uma força política muito importante no estado de modo que o partido está preparado para futuras batalhas, tendo em vista que nós temos uma figura de expressão, que é o prefeito ACM Neto em Salvador, que está realizando uma bela administração e que. é sem dúvida nenhuma. um quadro que vai ter missões importantíssimas no futuro da polícia na Bahia e no Brasil”.

O ex-governador ainda comemorou o resultado das eleições para Presidente da República, em que o candidato do PSB, Aécio Neves, irá disputar o segundo turno com a presidente Dilma Rousseff. “Acho que o resultado da eleição presidencial com o segundo turno mostra que é possível, que a mudança que a gente não tenha conseguido na Bahia possa conseguir no Brasil. Quero aproveitar para aqueles eleitores, em torno de 2,4 milhões que nos honraram com seus votos e que eu agradeço muito essa manifestação de confiança possa nesse momento seguir nesse segundo turno da eleição presidencial apoiando Aécio Neves e abrindo uma perspectiva nova para o Brasil que nós desejamos”.

 

 

 

Fonte: Ruan Melo/G1

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui