Mutá promove arvorismo

Foto: divulgação
ARVORISMO – Esporte radical para quem curte turismo ecológico

Com o aumento do ecoturismo no Brasil, esportes radicais ecológicos têm sido muito procurado por um público variado.

A Costa do Descobrimento, um local privilegiado por suas belezas naturais, é um dos pontos mais visitados em toda Bahia.

A presença e exuberância da Mata Atlântica pelo litoral baiano é o ponto chave para a exploração de esportes radicais como o arvorismo, que também é conhecido como arborismo. Na Praia do Mutá, Porto Seguro, o La Torre Resort oferece essa diversão aos seus clientes.

História

Surgiu em meados dos anos 70, mas não como um simples divertimento e lazer com é hoje, mas devido à necessidade para estudar a flora e a fauna na copa das árvores. Como na época, descer de uma arvore e subir em outra levava muito tempo, os cientistas criaram o arvorismo – uma mistura de montanhismo com técnicas verticais para se deslocarem de uma árvore para outra sem a necessidade de tocar o solo.

Esses cientistas não imaginavam que, além do avanço na biologia, eles acabaram criando um novo esporte radical que se tornou uma “febre” para admiradores da natureza.

Técnica e Segurança

Qualquer pessoa que aprecie a natureza pode praticar o esporte, inclusive crianças acima de 04 anos de idade. É um esporte totalmente seguro onde são utilizados procedimentos e materiais adequados de alto padrão de qualidade e segurança (capacetes, cadeirinha, fita de nylon e mosquetão). Não há necessidade de experiência para a prática do arvorismo, pois há o acompanhamento por parte de uma equipe de monitores especializados em técnicas verticais.

Arvorismo no Mutá

Com o intuito de atrair e agradar seus clientes, o La Torre implantou, a cerca de um ano, o esporte em suas instalações. Hoje os hóspedes contam com mais uma das inúmeras atrações que o hotel oferece. Além de uma infraestrutura impecável, o Resort inova a cada dia, mantendo-se atualizado para o gosto exigente de seus clientes.

A equipe de monitores do arvorismo no La Torre é composta por 4 profissionais: a Tia Rose, Fábio, Paulo e André Borges.

Segundo o monitor André, as crianças costumam ter mais medo que os adultos, mas é gratificante vê-los vencer os obstáculos e concluir o percurso.

Crianças a partir de 1,20 m podem praticar o esporte. Já os adultos têm apenas a restrição do peso que só pode chegar até 110 kg.

O circuito do arvorismo é composto por vários obstáculos: Escada móvel, parede de escalada e rapel.

Para adultos, os obstáculos chegam a nove metros de altura; para crianças, esse número reduz para quatro.

Tempo de Percurso

Esse varia de pessoa para pessoa. O medo de altura é o primeiro obstáculo que deve ser vencido para que o circuito seja completado. Quem tem mais medo, consequentemente demora bem mais.

“Já tiveram pessoas que levaram até meia hora para completar o circuito por causa do medo; pararam no meio do caminho, mas depois acabaram terminando o circuito. Geralmente o tempo normal que se gasta para concluir o percurso é de 10 minutos”, disse o monitor André que deu início ao trabalho no La Torre a pouco mais de um ano.

Fonte: Mídia Mutá/ Jerusa Brandão

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui