Microcervejarias contam com apoio institucional do CIEB para reforçar atuação institucional

Microcervejarias contam com apoio institucional do CIEB para reforçar atuação institucional. Foto: Ascom

Desde outubro de 2020, o Centro das Indústrias do Estado da Bahia (CIEB) vem atuando como articulador das demandas do setor de microcervejarias, que faz parte de um dos Núcleos Setoriais mantidos pela entidade. Os Núcleos Setoriais de segmentos empresariais procuram mobilizar empresas e organizar pautas setoriais com a formação de grupos de trabalho formados por empresas de um mesmo segmento e com interesses em comum.

O Núcleo Setorial de Microcervejarias é integrado por dez empresas produtoras de cervejas artesanais. De acordo com André Pinto, gerente do CIEB, o papel do CIEB tem sido o de articular as demandas do setor. “Começamos ouvindo o setor e estruturando uma agenda de pleitos para articular soluções no âmbito tributário (desoneração fiscal), comercial e também de cooperação empresarial”, explica.

IMPACTO DA PANDEMIA

Uma das iniciativas é voltada para a busca de soluções em relação à comercialização de bebida alcóolica, bastante impactada pela pandemia em razão do fechamento de bares e restaurantes.

“A cerveja artesanal é um produto de categoria gourmet, vendida principalmente em bares, restaurantes e eventos. Com a pandemia, o setor ficou muito afetado com a redução ou até mesmo a eliminação dos canais de vendas. Como o apoio do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), o CIEB tem articulado parcerias para apoiar as empresas no desenvolvimento de outros canais de venda, por exemplo”, explica André Pinto.

Outra linha de ação vem no sentido de promover ações de conexão entre as cervejarias, fomentando encontros e a promoção de networking. “Este também é o papel do Núcleo Setorial: promover o compartilhamento de ideias e estabelecer parcerias”, acrescenta o gerente do CIEB.  No âmbito do Sistema FIEB, as ações têm sido no sentido de integrar as cervejarias às ações do Centro Internacional de Negócios da FIEB, que integra iniciativas como a Sabores Bahia, que valoriza a produção regional e apoia os empresários por meio de mentorias especializadas, também voltadas para a internacionalização.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui