Mancha de óleo

Esta vida é muito louca, e tudo pode mudar muito rapidamente, no átimo de um instante.
Vivendo em Salvador, onde temos praias belíssimas, para o lazer e a contemplação.
Mas o momento presente inclui o passado, vejo o passado acontecendo no agora já que tudo aconteceu lentamente, através das correntes marinhas.
Sei que os oceanos são gigantes, olhando para a formiguinha da mancha de óleo.
Mas, na fábula de Davi e Golias, Golias tombou pesadamente com a pedra lançada por Davi.
O nosso oceano atingido por este vazamento de petróleo, supostamente da Venezuela mostra o ofuscante momento do meio ambiente aquático.
Nos sentimos anestesiados e espantados com a dimensão do desastre ecológico.
O azul do mar se mescla de cores do céu e do mar, hoje com a doçura amarga do manto escuro do óleo cru,em todo o litoral.
A tecnologia e a ciência tão avançados, não impediram o desastre.
Acolher o vazamento como um destino é nos esquecermos que estamos vivos e podemos alterar o futuro e evitar acidentes semelhantes investindo na vigilância das nossas costas marítimas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui