Mãe

Tem o dom de criar o seu imaginário, de transmitir as sensações de infinito, de tudo aquilo que paira em cada um de nós como o melhor que temos.

Lembro de momentos difíceis, momentos de doença, falta de dinheiro e ali ela estava. Ela é a nossa necessidade de chegar ao céu. Em duas palavras, a nossa sede do eterno e ao perfeito que nos leva a comungar com a vida e a ficar em estado de graça depois de ter uma história bela com ela.

É um lindo refúgio contra a falta de amor no mundo, é a forma mais rica do ato de existir. Entender que nada é mais inexplicável como a vida e as relações humanas, mas está ligação não é só humana, é biológica, é uma circunstância inevitável, e que aconteça o que acontecer ela será sempre mãe, por sobre o mar e as casas, por sobre está pandemia, por sobre os meus pequenos problemas, lá estará ela.

Diminuirei o passo neste dia, e por fim, pararei e olharei para o céu, no além-horizonte e verei a luz do seu amor, que nunca interpreta mal seu filho, que nunca o julga, que está feliz só pela sua existência no mundo.

Engraçado, certos fatos ficam tão preciosos em nossa mente, imunes ao passar dos anos, como se o tempo não tivesse influência sobre a nitidez das nossas lembranças, tais como os cuidados maternos, sem eles no início da vida, não existiriamos.

Provavelmente, em cada vida existe uma época bela, vemos diante dos olhos uma longa estrada lisa, nenhum obstáculo, um céu sem nuvens, nenhuma poça de água no caminho ali está está época bela,ali está sua mãe.

*João é natural de Salvador, onde reside. Engenheiro civil e de segurança do trabalho, é perito da Justiça do Trabalho e Federal. Neste espaço, nos apresenta o mundo sob sua ótica. Acompanhe semanalmente no site www.osollo.com.br.

1 COMENTÁRIO

  1. Primo poeta seus textos nos alegra e valeu a homenagem eu e minha mãe estamos enviando um abraço bem apertado pra minha linda tia florzinha e também para a mãe dos seus lindos filhos. Belo dia! ??

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui