Luzes do Natal!

Hamilton Farias de Lima, professor universitário.

O Natal já se aproxima e com ele as reflexões que o acompanham, quando, também, um ano se finda e o Novo se insinua, unindo desejos e perspectivas de tempos melhores. O Natal impele o ser humano, sem distinção de qualquer natureza, a sonhar acordado, a querer materializado no outro o bem-estar, o sucesso, a utopia concretizada na magia do instante das luzes do Natal, que a todos encantam e fazem o sonhar uma realidade, seja individual ou coletiva. São os bons augúrios pelas realizações do outro!

E então, quando o pensamento se volta ao bem comum, na perspectiva de melhores dias para o Natal e para o Ano Novo, um pouco da saga de O Sollo aviva o sentimento cristão de paz e de realizações contido na sua trajetória que se ressalta, não apenas como breve registro histórico, mas, sobretudo, por sua jornalística substantividade quanti-qualitativa e participativa.

Já são passados mais de 16 anos que o Jornal O Sollo vem prestando seus serviços a uma vasta região do Estado da Bahia – em área geográfica superior a algumas unidades Federativas brasileiras e de expressiva população crescente-, construindo a cada dia um jornalismo levado a serio, com informação verdadeira, útil e de qualidade, por entender a sua Direção que sua linha editorial mantém-se, assim, fiel aos anseios da população do Sul, Sudoeste e Extremo Sul baianos, que só reivindica tranquilidade e oportunidade para o próprio desenvolvimento político-econômico e social.

O espírito natalino dos colaboradores de O Sollo, fiel aos ideais cristãos que os norteiam, é o de sempre perseverar por uma Bahia e por um Brasil cada vez melhores, em Educação, Saúde, pelo trabalho, contra a insegurança e pela serena conduta das autoridades visando dias melhores, com mais igualdade social e qualidade de vida para os filhos deste País gigante, por vezes ainda adormecido!

Cumpre assim a O Sollo, ao lado do simbolismo das luzes do Natal, estender nesse tempo diferenciado o seu abraço e as suas manifestações de apreço , quando busca igualmente irradiar a todos o seu carinho, almejando dias melhores e a certeza de que irmanados – sociedade e Jornal -, poderemos vir a ser cada vez mais entes próximos e realizadores do bem!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui