Laticínios DaVaca investirá R$ 35 milhões na nova fábrica

Por Susana Ferreira/OSollo
Fotos: Bahia.extremosul.com

A novidade foi divulgada na terça-feira (20) durante o “Café com o Produtor”, evento tradicional realizado anualmente pela empresa situada em Ibirapuã-BA. Lutz Viana, o fundador do laticínio, que anunciou “nós estamos construindo uma fabrica nova, um investimento fantástico, é uma planta de secagem de soro e de leite em pó de última geração”.

Foto: Notícia Agora

A previsão de inauguração é maio de 2018, segundo o empresário o investimento de R$ 35 milhões beneficiará diretamente o produtor rural. “Abriremos mais espaço para comprar mais leite deste produtor que, por sua vez, poderá investir na produção dele, porque a gente vai trabalhar para comprar e industrializar este produto”, assegurou. Hoje, o Lacticínios DaVaca tem 563 funcionários, com a nova fábrica aumentará de 80 a 100 funcionários.

Neste ano de 2017 a empresa completará 25 anos de fundação. A bem sucedida trajetória, além da expectativa da nova fábrica, possui importantes conquistas, a exemplo da ampliação do laticínio e a implantação de uma fábrica de ração. Embora, a crise do país tenha afetado o setor agropecuário tanto no mercado interno quanto externo, Lutz Viana acredita que “os empresários e produtores rurais têm que superar tudo isso, prosseguindo com as atividades econômicas”.

O Lacticínios DaVaca, o maior do nordeste, conta com cerca de 2.400 produtores. A confraternização o “Café com o Produtor” reuniu produtores mineiros e baianos, que se deliciaram com o típico café da manhã do São João principal festa junina da Bahia. Prestigiaram o evento o prefeito de Ibirapuã, Calixto Ribeiro, empresários e demais autoridades da região.

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui