Lançamento do 1º Concurso Regional Conilon de Qualidade reúne especialistas e produtores

Fotos: Foco no Poder

Foi lançado na noite de quinta-feira, 8 de junho, o 1º Concurso Regional Conilon de Qualidade. O evento é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Agricultura com a Coopmista e Sindicato Rural.

Antônio Arthur, presidente da Cooperativa Mista Agropecuária (Coopmista), em sua fala, foi pontual e direto ao explanar sobre a importância do concurso para o município: “Trazer este evento para Teixeira, para ver se Teixeira de Freitas se destaca no café, porque o café é um grande negócio”.

O objetivo precípuo do concurso é levar aos produtores informações que auxiliem no melhoramento da produção da variedade de café cujo cultivo tem atraído, há anos, produtores do estado vizinho Espírito Santo e, também, chamado a atenção de cafeicultores regionais. O idealizador do concurso é o engenheiro agrônomo Gustavo Sturm.

Gustavo é filho de produtor rural e seguiu os passos do pai. O apaixonado por café, como se define, explanou para os presentes sobre o café conilon, espécie que, outrora, era muito criticada, e, hoje,  já recebe elogios e já se pontuam seu sabor e aroma peculiares. O engenheiro agrônomo falou a cerca das características que conferem a um café o título de café de qualidade, destacando que os produtores precisam, antes de levar um produto ao mercado, ter em mente que quer entregar um bom produto. E esse evento é o primeiro passo para um caminho de sucesso de Teixeira na cafeicultura.

“Cada um de vocês que estão aqui hoje, acreditam na diferença. E é por isso que espero que daqui 5, 10, 20 anos possamos não só produzir café, mas, produzir café com qualidade”, disse Gustavo.

Participarão do concurso, além da cidade-sede Teixeira de Freitas, Itamaraju, Itanhém, Vereda, Medeiros Neto, Alcobaça, Mucuri, Nova Viçosa, Ibirapuã, Lajedão, Caravelas e Prado.

De acordo com Dori Neves, secretário de Agricultura de Teixeira, o município tem potencial produtivo para o café Conilon, por isso, considera essa iniciativa de extrema relevância à economia de Teixeira, que é polo agrícola. Dori destacou que a Bahia perde apenas para Minas Gerais e Espírito Santo na produção de café Conilon no Brasil.

Isaac Venturim, de São Gabriel da Palha, há cinco gerações trabalha na produção do Conilon. Ele fora convidado para falar no evento sobre plantio e comercialização.

“Um café de qualidade não nasce sozinho”, pontuando os cuidados que se deve ter no plantio e cultivo de um café de qualidade, como tipo de plantio, material genético, irrigação, espaçamento etc., destacando a importância da irrigação. Ele também comentou a relevância do concurso e destacou que não apenas os ganhos financeiros devem ser considerados na produção do café, mas, sim, se pensar em entregar um produto final que agrade o consumidor.

O concurso

Serão analisados dois tipos de segmentos: primeiro, observar-se-á a estrutura do grão, seus defeitos e qualidades. Segundo, a avaliação sensorial de degustação para seleção das dez melhores produções. Uma nova avaliação, a contraprova, definirá as colocações do 1º ao 10º lugar.

As inscrições podem ser feitas na Secretaria de Agricultura ou no Sindicato Rural de Teixeira de Freitas, onde serão entregues sacolas para amostras e a ficha de inscrição.

 

 

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui