Juíza apresenta programa Começar de Novo a juízes do Extremo Sul

Foi realizado na manhã desta sexta-feira, 11, no salão do júri no Fórum Desembargador Manoel Pereira, de Teixeira de Freitas, uma reunião com as presenças da juíza da Vara de Execuções Penais de Salvador, Andremara dos Santos, e do juiz corregedor do Tribunal de Justiça da Bahia, Cláudio Daltro. Participaram da reunião os juízes criminais de todas as comarcas do extremo sul baiano.

A reunião serviu basicamente para apresentação do projeto “Começar de Novo”, idealizado pela Comissão Nacional de Justiça.

A apresentação foi feita pela juíza Adremara. Segundo sua explanação, o programa “Começar de Novo” tem como objetivo facilitar a reinserção de presidiários no mercado de trabalho, após o cumprimento da pena, por meio de ações que estimulem as empresas e a sociedade, de um modo geral, a aceitar e contratar estas pessoas. O projeto também tem como objetivo, oferecer educação e capacitação profissional, para deixar estes ex-presidiários aptos para conseguir um emprego, com formação para retornar ao convívio social de modo que a sociedade não sofra o impacto da reincidência.

Na opinião do coronel Bartolomeu Calheiros, diretor do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, o programa vai aumentar as possibilidades de atividades educacionais dos internos, ajudando na estrutura do sistema prisional.

O juiz corregedor Cláduio, acredita que com a capacitação profissional dos internos a chance de reincidência é mínima, a começar pela oportunidade do interno no mercado de trabalho ao cumprir sua pena.

Para o juiz criminal de Teixeira de Freitas, Agenildo Fernandes, o projeto visa implementar políticas públicas que já foram adotas em Teixeira de Freitas. “O Estado precisa de mais programas dessa envergadura para que a população passe a ver o preso como um ser da sociedade”, completou.

 

Fonte: Sulbahia News

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui