Jovens tatuam nome de traficante em troca de drogas em Itapetinga

O delegado da cidade, Marcos Vinícius Moraes Oliveira, informou que o caso já está sendo investigado há algum tempo

Uma tatuagem em troca de drogas e, às vezes, de dinheiro. Essa inusitada situação está acontecendo em Itapetinga, sudoeste da Bahia, onde dezenas de jovens têm no corpo a marca do vício: o nome Freudenthal, que a polícia acredita ser referência ao traficante Mário Sérgio Freudenthal, tatuado de diferentes maneiras.

Os jovens recebem dinheiro e crack para fazer a tatuagem. Segundo o policial militar Ageilson Lima, ouvido pela TV Bahia, a estimativa é de que cerca de 70 pessoas tenham esa tatuagem na cidade. “Algumas pessoas já informaram que foram obrigadas (a se tatuar) devido ao vício”, diz Lima.

A tatuagem é encontrada de maneira rotineira em pessoas presas roubando, suspeitos de homicídios e muitas vezes também nos corpos de pessoas assassinadas.

Um usuário de drogas que não quis se identificar explica. “Ele me ofereceu trinta reais e mais umas cinco gramas de crack e maconha”. Freudenthal seria ainda pré-candidato a vereador na cidade.

O delegado da cidade, Marcos Vinícius Moraes Oliveira, informou que o caso já está sendo investigado há algum tempo.

Fonte: Correio da Bahia, com informações da TV Bahia

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui