Itapé: Polícia fecha rinha de galo

Os galos foram encontrados machucados (Foto: Oziel Aragão)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A delegada Ana Paula Gomes, titular responsável pela Delegacia de Polícia de Itapé, solicitou apoio a Polícia Militar e prendeu, por maus tratos a animal, José Márcio Almir Matos Mendes, de 26 anos. Com ele foram apreendidos cinco galos de briga, todos com lesão. O acusado foi flagrado colocando os bichos para brigarem.

De acordo com a delegada, enquanto ela interrogava o preso, outra informação chegava pelo telefone apontando uma Rinha de Briga, na fazenda de um homem conhecido como Dagmar. Lá, foram encontrados outros 24 galos, todos prontos para “lutarem”.

Segundo José Márcio, ele ganha em “média”, R$ 150,00, quando o galo dele sai vencedor. O preso ainda revela que, em alguns casos os bichos chegam morrer, aí a aposta dobra de valor.

Conforme Ana Paula Gomes, a prática é comum em Itapé, entretanto, até ontem, ela apenas ouvia dizer. “Essa prática criminosa aqui era como um mito, uma lenda. Todos comentam, mas nunca comentavam o local”, explica.

A policial, esclarece que, essa operação deflagrada em Itapé, é apenas a ponta de uma grande investida da Polícia Civil e Militar para acabar com os maus tratos aos galos. “Veja como fica esses bichos, todos machucados, feridos, isso tem que acabar”, revela.

 

 

 

Fonte: Plantão Itabuna

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui