Itagimirim: Preso um dos suspeitos de matar o prefeito Rielson

Homem será transferido para presídio de Eunápolis nesta quarta-feira (7).

Um dos suspeitos da morte de Rielson Santos Lima, prefeito do município de Itagimirim, no extremo sul da Bahia, ocorrido em julho de 2014, foi preso na manhã de terça-feira (6), na porta de casa.

Segundo informações da polícia, o suspeito, que foi preso em Itagimirim, está custodiado na Delegacia de Eunápolis e será transferido ainda nesta quarta-feira (7) para o presídio que fica localizado na mesma cidade.

“Ele estava se preparando para fugir, inclusive estava se desfazendo de bens. Devido a probabilidade de fuga, nós fizemos campana de 23h de segunda-feira (5) até as 9h40 de terça-feira, pois ele estava indo para Vitória, no estado do Espírito Santo, ou Brasília. No interrogatório, ele se contradiz e as informações não batem”, relata Elvio Brandão, delegado do Departamento de Polícia do Interior (Depin), em entrevista à reportagem.

De acordo com Brandão, o suspeito foi preso enquanto saía sozinho em um carro, na frente da residência onde mora, para consertar os pneus do veículo, antes da fuga.

“Ele participou do crime, era o coodenador da execução. Na época, antes do crime, ele nem estava ficando na cidade de Itagimirim, pois estava devendo muito. Após o crime, ele recebeu dinheiro, pagou os débitos e foi perceptível a mudança econômica dele”, disse o delegado. Brandão também afirma que esta ascensão econômica contribuiu com a linha de investigação para o reconhecimento do suspeito.

Inicialmente, segundo a polícia, ele foi levado para a Delegacia de Porto Seguro. Logo em seguida, foi conduzido para a Delegacia de Eunápolis, onde permanece preso nesta quarta-feira aguardando transferência para o presídio. “Ele está sendo indiciado por homicídio qualificado – onde o crime ocorre mediante pagamento e motivação torpe, no artigo 121 do Código Penal. Os outros suspeitos ainda estão foragidos e as informações estão sendo tratadas em sigilo”, informa o delegado.

Crime

O prefeito foi atingido por quatro tiros no tórax, pulmão e abdômen em uma praça localizada na cidade de Itagimirim. Segundo testemunhas, ele estava num bar com um primo quando dois homens chegaram a bordo de uma moto. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Regional de Eunápolis, mas não resistiu e morreu durante cirurgia.

Fonte: G1

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui