Itabuna: Receita caiu quase R$ 4 milhões

A luz amarela acendeu na Secretaria da Fazenda de Itabuna. Contabilizados todos os recursos até julho, incluindo receita própria e repasses constitucionais, a Prefeitura arrecadou menos que no mesmo período de 2012.

No ano passado, de janeiro a julho, a Prefeitura arrecadou R$ 143.861.486,16. Neste ano, no mesmo período, os números ficaram em R$ 139.906.299,61, quase R$ 4 milhões a menos.

“E a situação tende a piorar,” diz o secretário Marcos Cerqueira. “Em agosto os repasses do ICMS vieram pelo menos 40% menor que a previsão, não alcançando o esperado”.

O FPM, principal fonte de recursos da maioria dos municípios, teve uma queda significativa neste mês. O secretário diz que a salvação foi a arrecadação própria, especialmente o IPTU, que cresceu 30%.

“Sem o incremento na arrecadação do IPTU e ISS certamente teria faltado dinheiro para investimentos”. Mesmo com os números desfavoráveis, não é plano da administração interromper qualquer projeto anunciado.

O prefeito Claudevane Leite anunciou um pacote de obras em três bairros, melhoria de praças e vias públicas e a retomada da urbanização da Avenida Amélia Amado. “Nada vai mudar nos projetos da administração”, diz Vane.

“Apesar da dificuldade, das dívidas encontradas, da desorganização financeira deixada pela administração passada e da queda de arrecadação, vamos cumprir a nossa obrigação. A população confiou , a hora é de fazer as coisas”.

Entre as ações, o prefeito destaca os trabalhos na Amélia Amado, que prosseguem com pavimentação asfáltica e organização dos canteiros; a recuperação das vias urbanas, com tapa-buracos e recomposição do calçamento.

Vane anuncia ainda as licitações, previstas para setembro, da primeira etapa do programa de melhoria dos bairros, que começará pelo Zizo, Vila Anália e Novo Horizonte, e para construção do shopping popular.

 

 

 

Fonte: A Região

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui