Itabuna: Presos fazem greve de fome no Conjunto Penal

Segundo diretor, refeições são servidas, mas internos se recusam a comer.

Pastoral diz que eles exigem fim da revista vexatória e da superlotação.

(Foto: Pimenta)Presos do Pavilhão I do Conjunto Penal de Itabuna, no sul da Bahia, realizam uma greve de fome, que chega ao segundo dia nesta terça-feira (14). Segundo o capitão Adriano Jácome, diretor da unidade, dentre outros pontos, os detentos não querem usar fardamento e pedem que a refeição venha de fora do conjunto.

“São aproximadamente 450 presos do Pavilhão I, sendo que no Pavilhão II não tem isso. Eles querem que a refeição venha de fora, não usar farda e que presos provisórios e sentenciados tomem banho de sol juntos, o que não é permitido por lei. Ontem, inclusive, a juíza da Vara de Execução Penal esteve aqui e eles não quiseram conversar com ela”, disse o diretor à reportagem.

O diretor diz que as celas do Pavilhão I são abertas, mas os internos se recusam a sair para a alimentação. As próximas visitas aos presos devem ocorrer na quarta-feira (15).

O advogado Davi Pedreira, que é membro da Pastoral Carcerária, que acompanha a situação dos presos na cidade, diz que eles pedem o fim da revista vexatória para mulheres e parentes e reclamam da superlotação na unidade.

 

 

 

 

Fonte: G1

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui