Itabuna: Prefeitura paga salário médio de R$ 2,6 mil aos professores

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, reafirmou nesta sexta-feira que nenhum professor da rede municipal de ensino recebe menos que o Piso Nacional do Magistério. Além disso, ressaltou que nos últimos três anos sua administração garantiu ganho real para a categoria, o que significa que os reajustes salariais ficaram sempre acima da inflação. Acompanhado do vice-prefeito Wenceslau Junior e da secretária da Educação, Dinalva Melo do Nascimento, Vane se reuniu hoje com diretores e vice-diretores da rede municipal de ensino, no Colégio CISO, no bairro de Fátima, quando apresentou relatório resumido da folha de pagamento da educação.

A Prefeitura de Itabuna destina cerca de R$ 6 milhões mensais somente para pagamento de salários dos professores. O prefeito disse que neste ano Itabuna será um dos poucos municípios brasileiros em que os professores terão ganho real. “Mesmo enfrentando essa grave crise financeira que o País atravessa que tem impactado fortemente na nossa economia, concedemos reajuste médio de 7% para o conjunto de servidores e estamos oferecendo 8% aos professores”, destacou Vane.

A secretária municipal de Educação, Dinalva Melo do Nascimento, afirmou que o salário médio dos professores dos níveis II e III da rede municipal de Itabuna é de R$ 2.600,00, sem as gratificações. Com ajuda de custo e gratificações dadas aos profissionais por atividades complementares ou portadores de pós-graduação, os vencimentos médios são de R$ 3.300. “Entendo que os professores merecem mais, mas temos que entender que o município não tem como pagar valores maiores que estes”, explicou.

Déficit

Dinalva Melo observou que não adianta a Prefeitura de Itabuna conceder reajuste maior que 8% sem ter as condições de pagar nem aos professores nem demais servidores municipais, que também merecem a valorização. A secretária ressaltou que o déficit na educação é superior a R$ 4 milhões por ano. Para ela, foi precipitada a decisão do Sindicato do Magistério Municipal em ocupar o prédio da Prefeitura com as negociações em andamento. Os sindicalistas ficaram no prédio desde a noite de terça-feira e somente na manhã desta sexta-feira, aproximadamente 15 horas depois de liminar judicial da 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública, desocuparam o Centro Administrativo Firmino Alves.

A secretária Dinalva Melo assegurou que o Governo Municipal tem buscado, a todo o momento, o diálogo com os professores, inclusive colocando suas contas à disposição do sindicato da categoria. Ela mais uma vez apelou para que os professores retornem às salas de aula para minimizar prejuízos para os estudantes e informou que os profissionais que estão recebendo o salário reajustado pela lei o piso têm que seguir com suas atividades normais.

Dinalva esclareceu ainda que há um grande equivoco por parte de alguns com relação à interpretação da Lei do Piso Nacional do Magistério, implantado para que em todo o País nenhum professor recebesse menos que um valor determinado anualmente pelo Ministério da Educação. “Os professores municipais já estão recebendo acima do valor previsto nesta lei”, finalizou.

Ascom da Prefeitura de Itabuna

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui