Itabuna: Mesmo afastados, vereadores receberão

Mesmo tendo sido afastados na última quinta-feira (26), os vereadores Roberto de Souza, Clóvis Loiola e Ricardo Bacelar continuarão a recber os salários como parlamentares. Ou seja, serão três meses de salários enquanto as investigações continuam. Os três ficarão fora por 90 dias. Numa cerimônia realizada no início da noite da última sexta-feira (27), a Mesa Diretora da Câmara, empossou os suplentes Glaby Carvalho de Andrade, o Glebão (PV), Júnior Brandão (PT) e Nadson Monteiro (PPS).O juíz Gustavo Silva Pequeno determinou a indisponibilidade dos bens dos vereadores até R$ 564 mil. Eles têm 15 dias para apresentar defesa por escrito.

Os três são investigados por desvios de aproximadamente R$ 564 mil destinados a pagamento de publicidade e divulgação de atos institucionais da Câmara de Vereadores.

De acordo com investigações do MP, o dinheiro foi desviado para o bolso de vereadores. O maior beneficiário dos desvios da verba de publicidade, conforme depoimento do ex-assessor Eduardo Freire, foi o ex-presidente da Câmara Clóvis Loiola.


Fonte: O Tabuleiro

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui