Itabuna: Justiça determina que Trifil cumpra normas de segurança

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A liminar pedida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) foi concedida pela 3ª Vara do Trabalho de Itabuna e a indústria têxtil Trifil será obrigada a cumprir as normas de saúde e segurança do trabalho em sua fábrica.

O MPT move ação civil pública contra a Trifil por descumprimento de uma série de normas de saúde e segurança no ambiente de trabalho. A procuradora Cláudia Soares, autora da ação civil pública, relatou recentemente que nos últimos dez anos foram registrados cerca de 400 acidentes de trabalho na fábrica. Em novembro de 2012, fiscais do trabalho interditaram 18 máquinas e lavraram 33 autos de infração contra a Trifil.

Com a liminar concedida pela juíza titular da 3ª Vara, Ingrid Heidi Boness, a Trifil deve cumprir as normas, parte delas oito dias após tomar conhecimento da liminar e a outra após 60 dias. Se a empresa descumprir, terá que pagar uma multa de R$50 mil por cada item.

Funcionário morto

No último dia 18, o funcionário Joadson Brito Oliveira, 21 anos, morreu após ser sugado por uma máquina industrial, na tinturaria da empresa Trifil de Itabuna. Joadson trabalhava na empresa há 4 dias.

 

 

Fonte: Radar Notícias

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui