Itabuna: CEU abrirá matrículas na próxima semana e iniciará atividades em fevereiro

 

Serão iniciadas na próxima semana as matrículas para atividades esportivas, recreativas, culturais e de assistência social no Centro de Artes e Esportes Unificados – CEU, no bairro Urbis IV. Na manhã desta quarta-feira, equipes da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC e das secretarias municipais de Esportes e Recreação e de Assistência Social – SAS participaram de uma reunião para a apresentação dos servidores responsáveis pelas atividades do equipamento, que tem previsão para início das oficinas de teatro e artes digitais e aulas de capoeira no mês fevereiro.

“Trabalharemos todas as potencialidades do espaço com a intenção de reduzir a vulnerabilidade juvenil”, explica o presidente da FICC, Roberto José da Siilva. De acordo com o secretário de Esporte e Recreação, Evans Maxwel Silva, o CEU é uma conquista de todos, principalmente da população que deve utilizar os espaços disponibilizados para as atividades. As atividades diversificadas irão garantir à comunidade do Urbis IV e de bairros circunvizinhos qualidade de vida e bem-estar.

“Neste momento estamos esquematizando os serviços que cada pasta irá oferecer para os jovens que já utilizam espaços do CEU espontaneamente. Já temos a equipe e o cronograma. Acredito que ainda na próxima semana as atividades estejam sendo executadas com normalidade com as adequações necessárias”, explicou Evans Maxwel. A secretaria de Esportes será responsável pelo controle do horário para o uso da quadra e pelas atividades esportivas e recreativas.

Para o presidente da FICC, Roberto José da Silva, apesar de ainda estar em andamento a organização interna, o CEU já oferece serviços únicos para a comunidade. “O espaço tem uma biblioteca com todas as obras de autores regionais, como Jorge Amado e Adonias Filho, disponíveis às pessoas do Urbis IV e dos bairros do seu entorno. Além disso, já programamos as oficinas de teatro e artes digitais, assim como aulas de capoeira”, observou.

Além de equipamentos esportivos, sala de cine-teatro, telecentro e biblioteca, o CEU conta com um Centro de Referência em Assistência Social – CRAS, que atende famílias de 11 bairros. Aa diretora da Proteção Social Básica Módulo II da SAS, Mônica Oliveira Cunha de Santana, explica que CRAS oferece acolhimento, busca-ativa e acompanhamento familiar. “O atendimento alcançará famílias que se encontrem em situação de vulnerabilidade e risco social, ampliando a oferta de serviços sociais nesta área da cidade”, disse.

O CEU começou a funcionar no dia 17 de dezembro. Na unidade vão atuar duas assistentes sociais, uma psicóloga, servidores da FICC e coordenadores das secretarias de Esporte e Recreação e da Assistência Social, além de dois educadores físicos voluntários. Itabuna é a segunda cidade do interior da Bahia a contar com um equipamento igual, o outro fica em Luís Eduardo Magalhães, na região Oeste. O investimento foi de R$ 1,9 milhão de recursos do Ministério da Cultura, com contrapartida do Município.

________________

Prefeitura de Itabuna

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui