Intenso e breve

“Outras, como a semente lançada em terreno pedregoso, ouvem a palavra e logo a recebem com alegria. Todavia, visto que não têm raiz em si mesmas, permanecem por pouco tempo. Quando surge alguma tribulação ou perseguição por causa da palavra, logo a abandonam.” (Marcos 4.16-17)

Ao contar a Parábola do Semeador, o segundo tipo de coração apontado por Jesus tem duas características: é intenso e breve. Pessoas intensas e breves, que rapidamente aderem e abandonam, são bastante comuns em nossos dias. Cada um de nós, em algum momento, possivelmente fizemos isso, nesse tempo em que a velocidade é quase um vício. Uma das consequências de uma vida corrida, é a superficialidade. Outra, a inconsequência. Refletimos pouco enquanto fazemos muitas coisas, mas completamos poucas.

Nesses tempos, escolhas e decisões são feitas sem a devida consistência, inclusive quanto à fé. A vida e a fé exigem calma e perseverança, exigem superar o tempo e os obstáculos. Há pessoas que são incríveis nos começos. São de uma intensidade contagiante. Mas acabam consumindo o combustível em pouco tempo e gradativamente abandonam o que parecia ser tão precioso para elas. O fervor dá lugar à frieza e desinteresse. Isso acontece em relacionamentos, projetos pessoais, dietas e também com a fé e o discipulado. A árvore cresce rápido mas sem as raízes adequadas e chega a hora em que o vento sopra, e ele sempre sopra, e a faz cair.

Árvores precisam de raízes fortes, bem como a vida e a fé. Raízes crescem com o tempo, no cotidiano. No caso da fé, crescem na oração diária e na leitura constante das Escrituras. No serviço calmo e perseverante. No convívio comum dos encontros sociais e de adoração. No pertencimento como motivo que me leva a estar com outros e com Cristo. A “incredulização” alimenta-se da falta de raízes e abre caminho por meio das tribulações. Primeiro nos afastamos. Já não cremos como críamos. E corremos o risco de não crer o bastante. Que haja raízes em nós mesmos, que a fé seja firme e produza frutos para o louvor de Deus.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui