Indefinição por Tite deixa Micale próximo de comandar seleção em 2016

alt

Tite e CBF ainda não chegaram a um acordo após mais de duas horas de     reunião na sede da entidade, no Rio de Janeiro. Os fatos da noite desta terça-feira, entretanto, deixaram o treinador Rogério Micale próximo de comandar a seleção brasileira na Rio-2016.

Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, a CBF terá de enviar uma lista ao COI com 35 atletas pré-convocados, além de todo o quadro credenciado para os Jogos Olímpicos, incluindo o treinador da equipe. Os nomes terão de ser definidos até as 18h desta quarta-feira e não podem ser modificados depois.

Como o acordo entre Tite e CBF deve se estender, Micale é favorito à vaga, “As conversas foram boas, mas não conclusivas. Esperamos o mais breve possível. Vamos aguardar”, disse Douglas Lunardi, diretor de comunicação da CBF.

As pessoas próximas de Tite e do Corinthians indicam que assumir a seleção olímpica não estava nos planos dele, a princípio. Além disso, Rogério Micale, que comandou a seleção olímpica durante todo o ciclo preparatório, é extremamente elogiado dentro da CBF e, nos últimos dias, recebeu blindagem da direção da entidade.

 

Todas as convocações olímpicas, por exemplo, foram feitas por Micale, em parceria com Dunga, que inicialmente foi convencido a ser também o treinador na Rio 2016.

 

O processo até a Olimpíada deve ser conduzido agora por Micale e pelo diretor das seleções de base, Erasmo Damiani, que trabalha ainda em parceria com Gilmar Rinaldi. O diretor de seleções demitido nesta terça ajudará nos encaminhamentos da entidade em relação à convocação.

 

Na comissão técnica de Micale e da seleção sub-23, os nomes principais são o auxiliar técnico André Luís, o preparador físico Marcos Seixas, o preparador de goleiros Rogério Maia e o fisioterapeuta Bruno Mazziotti.

Fonte: Portal Uol

Tite e CBF ainda não chegaram a um acordo após mais de duas horas de reunião na sede da entidade, no Rio de Janeiro. Os fatos da noite desta terça-feira, entretanto, deixaram o treinador Rogério Micale próximo de comandar a seleção brasileira na Rio-2016.

Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, a CBF terá de enviar uma lista ao COI com 35 atletas pré-convocados, além de todo o quadro credenciado para os Jogos Olímpicos, incluindo o treinador da equipe. Os nomes terão de ser definidos até as 18h desta quarta-feira e não podem ser modificados depois.

Como o acordo entre Tite e CBF deve se estender, Micale é favorito à vaga, “As conversas foram boas, mas não conclusivas. Esperamos o mais breve possível. Vamos aguardar”, disse Douglas Lunardi, diretor de comunicação da CBF.

As pessoas próximas de Tite e do Corinthians indicam que assumir a seleção olímpica não estava nos planos dele, a princípio. Além disso, Rogério Micale, que comandou a seleção olímpica durante todo o ciclo preparatório, é extremamente elogiado dentro da CBF e, nos últimos dias, recebeu blindagem da direção da entidade.

 

Todas as convocações olímpicas, por exemplo, foram feitas por Micale, em parceria com Dunga, que inicialmente foi convencido a ser também o treinador na Rio 2016.

 

O processo até a Olimpíada deve ser conduzido agora por Micale e pelo diretor das seleções de base, Erasmo Damiani, que trabalha ainda em parceria com Gilmar Rinaldi. O diretor de seleções demitido nesta terça ajudará nos encaminhamentos da entidade em relação à convocação.

 

Na comissão técnica de Micale e da seleção sub-23, os nomes principais são o auxiliar técnico André Luís, o preparador físico Marcos Seixas, o preparador de goleiros Rogério Maia e o fisioterapeuta Bruno Mazziotti.

Fonte: Portal Uol

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui