Implantação da Universidade Federal – UFSBA

A reunião dos prefeitos da região da Costa das Baleias com a Comissão de Implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia aconteceu no dia 25 de fevereiro, no auditório da Unopar, em Teixeira de Freitas – que sediará o “campus” voltado para a área de saúde. O projeto da universidade é inovador. Serão criados Colégios Universitários nas cidades com 20 mil habitantes, ou serão formados grupos de municípios para atender esta exigência. Nos primeiros três anos, os alunos terão conhecimentos genéricos para, só depois, escolherem o que desejam cursar dentro uma área: saúde, humanas, artes e ciências tecnológicas. Esses cursos funcionarão em Teixeira, Porto Seguro e Itabuna –cidade – sede da reitoria.

Como o contraste de arrecadação é tão grande?

Somente o valor pago pela Prefeitura de Teixeira de Freitas a empresa que fará a limpeza pública é igual à arrecadação total da Prefeitura de Lajedão – cerca de R$ 700 mil por mês. Já Ibirapuã, outro município pequeno, arrecada, aproximadamente, R$ 1,1 milhão. Enquanto Teixeira deve chegar à casa dos 20 milhões de reais. Montante que, em valores proporcionais, não é tão grande, tendo em vista que, Linhares, uma cidade do mesmo porte, arrecada duas vezes mais. O critério de distribuição da renda para os municípios no Espírito Santo é diferente do da Bahia.

Possíveis candidatos a deputado em Teixeira

O deputado Temóteo Brito já declarou que é candidato a reeleição. Tem grande chance de ser reeleito, não somente devido à sua base política, mas, também, porque o vice-governador, Otto Alencar, está abrindo espaço para ele em outras regiões, principalmente na sudoeste da Bahia, onde já é muito conhecido. Outros nomes estão sendo cogitados, como o da ex-presidente da Câmara de Vereadores, Martha Helena; o radialista Lucas Bocão, que pretende repetir o feito do seu ex-colega Getúlio Ubiratan. Outro nome que está sendo cogitado é o da vereadora Erlita do PT, que, certamente, contará como apoio do prefeito João Bosco, para tanto, deverá se afastar do mandato para assumir uma secretaria no governo petista.

Candidaturas regionais com chances de vitória

O deputado estadual Ronaldo Carletto será candidato a deputado federal, com chances reais de vitória. Valmir Assunção é outro com uma cadeira cativa na Câmara dos Deputados. O secretário Wilson Brito, se vier a ser candidato a deputado federal, tem chances de se eleger, principalmente, por conta de sua base política e força do seu partido no âmbito estadual. Tudo dependerá da composição com o líder maior do partido, deputado Mário Negromonte. Mesmo Wilsinho não sendo eleito, criará musculatura para uma possível candidatura a prefeito de Teixeira de Freitas em 2016. Outro nome que, se puder ser candidato, será eleito, é o ex-prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira.

O quadro sucessório na Bahia começa a se definir

A sucessão na Bahia é precipitada com a possível candidatura da senadora Lídice da Mata ao governo do Estado por um partido da base aliada, o PSB, apoiada pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que pode ser candidato a presidente em 2014. Do lado do governador poderá sair um candidato do PT, ou um dos dois nomes que compõem a base aliada– Otto Alencar (PSD) ou, Marcelo Nilo (PDT). Para evitar um racha maior na base aliada, o governador Jaques Wagner, que é um excelente negociador, poderá se unir a um dos dois nomes citados. Neste ínterim, a oposição, para ter chance de disputar o pleito eleitoral, precisa pensar em um nome de consenso que uma as forças oposicionistas.

Os erros de campanha são fatais

Partindo do princípio de que perde a eleição quem erra mais, voltamos a insistir em comentar sobre o assunto, a fim de prevenir os candidatos, e, também, os eleitores, para que estes não errem na escolha. Mesmo os políticos mais experientes e poderosos cometem erros que, apesar de pequenos, possuem consequências desastrosas. Fato é que, tendo conhecimento, se erra menos!

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui